PUBLICIDADE
Logo do

Ponte Preta

Meu time

Ponte Preta vence Remo fora de casa pelo Brasileiro da Série B

Com a vitória, a Macaca abre 5 pontos da zona de rebaixamento; Leão sofre terceira derrota consecutiva na competição

24 out 2021 18h24
| atualizado às 20h02
ver comentários
Publicidade

Em pleno estádio Baenão, em Belém do Pará, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a Ponte Preta venceu o Remo pelo placar de 1 a 0, gol de Marcos Junior, ainda na primeira etapa. Com o resultado, a Macaca foi para 37 pontos e sobe para o 15º lugar na tabela. O Leão permanece com 38 pontos e está na 13ª colocação.

Foto: Twitter Ponte Preta
Foto: Twitter Ponte Preta
Foto: Lance!

CALENDÁRIO

Na próxima rodada, o Remo visita o Cruzeiro, em jogo que será realizado no estádio Independência, em Belo Horizonete, no dia 28 de outubro. Já a Ponte Preta recebe o Vitória, no Moisés Lucarelli, em Campinas, dia 30 de outubro.

O jogo

APÓS COMEÇO BASTANTE ESTUDADO, PONTE PRETA ABRE O MARCADOR

A partida entre Remo e Ponte Preta começou com os dois times mostrando muito cautela e buscando mais estudar o adversário do que se arriscar no ataque e dar ao adversário a oportunidade para marcar no contra-ataque.

Mas esse momento de estudo das duas equipes durou apenas 10 minutos. Aos 11, o Remo foi quem tentou primeiro, com Thiago Ennes, que resolveu arriscar chute de fora da área e assustou o goleiro Ivan, da Ponte Preta.

A resposta da Macaca veio três minutos depois balançando as redes. A bola sobrou para Richard dentro da área. Após ele carimbar a trave, Marcos Júnior aproveitou o rebote e conseguiu colocar a bola no fundo da rede: 1 a 0 para Ponte Preta.

BLITZ DO TIME DO REMO

Após tomar o gol, o Remo foi com tudo para cima da Ponte Preta. Foram várias situações de gols criadas pela equipe do Leão, mas a falta de pontaria do ataque do time paraense foi determinante para a bola não entrar.

VAR ANULA PÊNALTI E GOL

O primeiro tempo poderia ter acabado com mais gols, mas, aos 34 minutos, um pênalti assinalado pelo árbitro a favor da Ponte Preta acabou sendo anulado pelo VAR. VAR que, aos 44, também anulou um gol de Arthur, do Remo.

SEGUNDO TEMPO

QUASE GOL DA PONTE PRETA

Após o intervalo, o segundo tempo começou assim como foi o início do primeiro tempo: os dois times se estudando muito. Aos 9 minutos, uma grande chance de gol para Ponte Preta. Após bate-rebate, Marcos Júnior poderia ter marcado, mas finalizou para fora.

IVAN SALVA A MACACA

Após as substituições por jogar em casa, o Remo se viu na obrigação de partir para cima da equipe da Ponte Preta e poderia ter igualado o placar aos 25. Gedoz acertou um belo passe para Lucas Tocantins, que ganhou da marcação e soltou uma bomba. Ivan fez uma grande defesa e salvou a Macaca.

PONTE PRETA QUASE FAZ O SEGUNDO GOL

Com o Remo se lançando ao ataque, espaços se abriram na defesa e oportunidades começaram a surgir para Ponte Preta marcar. Mas na melhor chance para fazer o gol, Thalles acabou tendo sua finalização defendida pelo goleiro do time Paraense.

IVAN VOLTA A SALVAR A PONTE, QUE GANHA A PARTIDA

O Remo foi para o tudo ou nada no fim do jogo, finalizou várias vezez, mas a maioria delas para fora. Na melhor chance criada, já no fim do jogo, o goleiro Ivan, da Ponte Preta, fez uma grande defesa em cabeçada de Raimar, garantindo os três pontos para Macaca.

REMO 0 x 1 PONTE PRETA - 31ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A

Estádio: Baenão, em Belém (PA)

Data/horário: 24 de outubro de 2021, às 16h00 (de Brasília)

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)

Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Rafael Jansen, Anderson Uchoa (REM), Ivan, Léo Naldi, Richard (PON)

Cartões vermelhos:

GOL: Marcos Júnior, 13'/1ºT.

REMO (Técnico: Felipe Conceição)

Thiago Coelho; Thiago Ennes, Rafael Jansen, Marlon (Jefferson, aos 16'/2ºT) e Raimar; Arthur (Lucas Siqueira, no intervalo), Marcos Júnior (Anderson Uchoa, aos 11'/2ºT) e Felipe Gedoz; Lucas Tocantins, Neto Pessoa (Wallace, aos 23'/2ºT) e Victor Andrade (Matheus Oliveira, aos 16'/2ºT).

PONTE PRETA (Técnico: Gilson Kleina)

Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos (Marcelo Hermes, aos 11'/2ºT); Marcos Júnior (Thalles, aos 30'/2ºT), Léo Naldi (Lucas Cândido, aos 30'/2ºT) e Yago (André Luiz, aos 18'/2ºT); Richard (Iago, aos 18'/2ºT), Rodrigão e Moisés.

Lance!
Publicidade
Publicidade