1 evento ao vivo

Time interessado em Dudu é dirigido por irmão de monarca do Catar e tem finalista de Copa

28 jun 2020
08h20
atualizado às 10h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Al-Duhail do Catar mira a contratação de Dudu, do Palmeiras, por cerca de R$ 80 milhões. O alto investimento seria mais um do clube catari nos últimos anos, que contratou Mandzukic e Benatia da Juventus em 2019.

Fundado em 2009 como Lekhwiya SC, o Al-Duhail é presidido pelo Sheik Khalifa bin Hamad Al Thani, irmão mais novo do Emir - maior título político do país, semelhante ao de príncipe - Tamim bin Hamad Al Thani. Entusiasta dos esportes, o Emir foi um dos grandes articuladores da escolha do país para sediar a Copa do Mundo de 2022.

Mandzukic é a grande estrela do Al-Duhail (Foto: Divulgação/Al-Duhail)
Mandzukic é a grande estrela do Al-Duhail (Foto: Divulgação/Al-Duhail)
Foto: Gazeta Esportiva

A autoridade máxima também é chefe da Qatar Investment Authority, fundo que administra todos os investimentos estrangeiros do país, como a compra do PSG pelo empresário catari Nasser Al-Khelaifi em 2011.

Hexacampeão nacional, o time recebeu dois reforços de peso no fim de 2019: o atacante croata Mario Mandzukic e o defensor marroquino Mehdi Benatia, que estavam na Juventus.

Por enquanto Mandzukic, que chegou à final da Copa do Mundo de 2018 com a Croácia, tem dez jogos pelo time, com dois gols marcados.

A equipe de Duhail, distrito de Doha, também conta com dois brasileiros no elenco: o volante cearense Luiz Mairton, que está no clube desde 2010 e se naturalizou catari; e o atacante Edmílson Junior, nascido na Bélgica.

Entre 2009 e 2017, o clube se chamou Lekhwiya SC. A mudança para Al-Duhail aconteceu após fusão com o El-Jaish. Depois de subir para a primeira divisão do Catar na temporada 2010/2011, a equipe venceu seis títulos nacionais. Na última edição, ficou com o vice-campeonato, terminando atrás do Al-Sadd.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade