PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Palmeiras quebra recorde de utilização das categorias de base em 2021

Levando em consideração toda a temporada de 2021, 24 atletas formados no clube atuaram na equipe profissional com Abel Ferreira

1 dez 2021 16h59
| atualizado às 16h59
ver comentários
Publicidade

Recheado de Crias da Academia entre os titulares, o Palmeiras voltou a campo pelo Campeonato Brasileiro nesta terça-feira (30) e venceu o Cuiabá por 3 a 1, fora de casa, com brilho de jogadores das categorias de base. Gabriel Silva, Giovani e Gabriel Veron foram à rede e garantiram o triunfo.

Giovani comemora seu primeiro gol entre os profissionais do Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
Giovani comemora seu primeiro gol entre os profissionais do Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
Foto: Lance!

Iniciando a partida com 9 atletas oriundos das categorias de base na formação inicial, apenas o zagueiro Kuscevic e o meia Matheus Fernandes não foram formados na Academia de Futebol. Desta maneira, o goleiro Vinicius, os laterais Victor Luis e Garcia, os zagueiros Renan e Michael, o meia Gabriel Menino e os atacantes Gabriel Veron, Giovani e Gabriel Silva, juntos, impuseram o novo recorde de Crias da Academia na escalação no século XXI.

Com a entrada do zagueiro Lucas Freiras e do atacante Kevin durante a partida, o Palmeiras utilizou um total de 24 atletas formados na categoria de base na equipe profissional só em 2021. Com isso, o Verdão superou a marca de 22 atletas utilizados em 2002 e registrou a temporada com maior número de jogadores formados no Palmeiras em toda a história.

Ao todo, atuaram no time de Abel Ferreira os seguintes jogadores formados nas categorias de base do Palmeiras: Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Lucas Esteves, Gabriel Veron, Pedro Acácio, Gabriel Silva, Fabrício, Renan, Vanderlan, Vinicius Silvestre, Victor Luis, Rafael Papagaio, Fabinho, Giovani, Gustavo Garcia, Wesley, Marcelinho, Newton, Henri, Pedro Bicalho, Michel, Kevin e Lucas Freitas.

Em 2020, o Verdão teve pelo menos um jovem em campo em todas as partidas da caminhada rumo aos títulos da Libertadores, da Copa do Brasil e Campeonato Paulista. Fora as campanhas que culminaram em títulos, entre os 79 jogos disputados na temporada, apenas uma não contou com alguma Cria da Academia. A situação ocorreu no empate por 1 a 1 diante do Grêmio, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Já na temporada 2021, com 46% do elenco profissional composto por atletas que já passaram pelas categorias de formação, o clube segue com bons índices de jovens protagonistas, utilizando alguma prata da casa na formação inicial em 80% das ocasiões.

Com o resultado, o Palmeiras e se garantiu na terceira colocação da competição, apenas atrás de Flamengo e Atlético-MG. Novamente com a equipe recheada de jovens atletas das categorias de base, o time volta a campo na próxima segunda-feira (06), contra o Athletico-PR às 19 horas (de Brasília), na Arena da Baixada.

Lance!
Publicidade
Publicidade