5 eventos ao vivo

Marcos escolhe "Allianz Parque" e diz que quer jogar na nova Arena

29 abr 2013
13h57
atualizado às 14h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Marcos aprovou o nome Allianz Parque para o novo estádio do Palmeiras</p>
Marcos aprovou o nome Allianz Parque para o novo estádio do Palmeiras
Foto: Bruno Santos / Terra

A parceira entre a multinacional de seguros Allianz e a Arena Palestra foi oficializada nesta segunda-feira com evento em São Paulo, que contou com presença de diretores da empresa, de nomes importantes da construtora WTorre e da AEG, que administrará o estádio, e do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre. Sem terno e gravata, o ex-goleiro Marcos compareceu para ser o representante dos torcedores e opinou sobre o nome da arena.

A Allianz garantiu os naming rights da nova casa do clube alviverde por 20 anos e deixou ao público a missão de escolher o nome. As opções, disponíveis pela internet, são Allianz Parque, Allianz Center e Allianz 360º. E Marcos já tem suas preferências.

Marcos faz gracinha ao anunciar votação de nome de estádio

"Gostei. Acho que o pessoal tirou o Palestra senão iam continuar a chamar de Palestra Itália. Não quero incentivar ninguém, mas acredito que esse Parque deva ganhar. Até pela alusão ao Parque Antártica antigo", explicou o ex-goleiro, admitindo que Allianz Parque é seu favorito. "É minha preferência", confessou.

"É um estádio moderno, ultramoderno. É um orgulho para o torcedor poder ter uma arena multiuso como essa. O Palmeiras só tem a ganhar. A gente torce para que ela seja inaugurada com um bom time, com a volta da disputa de títulos. A tendência é só melhorar", considerou.

Marcos esteve sentado na plateia do evento, realizado em um shopping de São Paulo, enquanto os dirigentes explicavam detalhes da parceria. O ídolo do Palmeiras subiu rapidamente ao púlpito somente para anunciar que a escolha seria feita por meio de votação, fato que já foi suficiente para ele. Até aprender a pronunciar "naming rights foi complicado.

"Faz uma semana que eu estou vendo se decoro (risos). Eu brinco porque, quando vou a certos eventos, fico preocupado. Não fui orador nem na minha turma de escola. Mas era uma coisa simples, então foi tudo tranquilo", afirmou.

Marcos se aposentou após o fim da temporada 2011, já desgastado por conta das lesões que enfrentou durante sua carreira. Aos 39 anos, entretanto, o ex-goleiro fala em uma última partida, nem que seja festiva, para que possa ter a emoção de jogar no estádio que Palmeiras construiu sobre o Palestra Itália.

"Pelo menos um joguinho eu tenho que jogar lá. Até porque joguei muito no Palestra Itália, sou até quem mais jogou lá. O Palestra tinha uma grama de jardim, e quando era bom fecharam para a reforma. Faço questão de me cuidar para quem sabe jogar um jogo. Um jogo de festa, de final de ano ou de inauguração", disse Marcos.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade