PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Luiz Adriano projeta vaga na decisão do Mundial de Clubes

Atacante pregou cautela e trabalho para enfrentar Tigres ou Ulsan na semifinal

31 jan 2021 06h05
| atualizado às 08h39
ver comentários
Publicidade

O título da Copa Libertadores, conquistado na noite de sábado, garantiu a classificação do Palmeiras ao Mundial de Clubes. Com Tigres e Ulsan como possíveis adversários na semifinal, o centroavante Luiz Adriano confia na possibilidade de avançar à decisão.

Luiz Adriano beija o troféu da Libertadores
Luiz Adriano beija o troféu da Libertadores
Foto: Silvia Izquierdo / Reuters

Pelas quartas de final do Mundial de Clubes, a ser disputado no Catar, o mexicano Tigres encara o sul-coreano Ulsan já nesta quinta-feira. Em busca de uma vaga na decisão do torneio, o Palmeiras pega o vencedor do confronto no dia 7 de fevereiro. Já o Bayern de Munique espera pelo ganhador do duelo entre Al Duhail e Al Ahly.

"Temos todas as condições de poder bater de frente com qualquer time. É ter tranquilidade e mostrar nosso futebol. Tenho certeza que vamos conseguir chegar nessa final com cautela e trabalho. Cabeça tranquila e trabalhar bem. Sei que o grupo tem condições de chegar nessa final", reiterou Luiz Adriano ao Fox Sports.

Com a camisa do Palmeiras, o centroavante buscará o bicampeonato mundial, já que conquistou a edição de 2006 pelo Internacional. Ainda no começo de sua carreira, colocado em campo por Abel Braga, Luiz Adriano participou das vitórias sobre Al-Ahly e Barcelona.

"Eu tinha 18 anos quando fui para o Mundial com o Internacional e, realmente, não esperava uma chance daquela tão rápido, porque havia grandes jogadores no elenco. O Renteria machucou e entrei na lista. Acabei jogando o primeiro jogo, marcando gol de cabeça e levando time para a final", lembrou Luiz Adriano.

"Isso é inesquecível. No segundo jogo, o professor Abel me chamou e não acreditei. Acabei dando a casquinha para puxar o contra-ataque do gol do Gabiru. A felicidade daquele título é muito grande, ainda mais porque o Inter é meu time de coração", completou o centroavante, com a chance de ganhar o torneio novamente.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade