PUBLICIDADE
Logo do Palmeiras

Palmeiras

Favoritar Time

Jornal culpa Abel Ferreira por 'pesadelo' de Endrick no Choque-Rei

Posicionamento do jovem atacante e futuro atleta do Real Madrid foi bastante criticada pelo espanhol 'As'

4 mar 2024 - 18h32
(atualizado às 18h49)
Compartilhar
Exibir comentários
Endrick pelo Palmeiras contra o São Paulo no Campeonato Paulista
Endrick pelo Palmeiras contra o São Paulo no Campeonato Paulista
Foto: ETTORE CHIEREGUINI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O atacante Endrick teve sua atuação no clássico com o São Paulo criticada na Espanha. Mas o culpado, segundo o jornal espanhol As, foi o treinador do Palmeiras, Abel Ferreira, pela função que escolheu para o camisa 9 exercer na partida que terminou empatada por 1 a 1, pelo Paulistão, no último domingo, dia 3, com muitas polêmicas.

O técnico escalou o atacante praticamente como um ala-direito, o que fez com que o Endrick se preocupasse principalmente com o trabalho defensivo. Ele se destacou jogando mais próximo da área, por dentro, inclusive tendo sido elogiado em outras ocasiões.

"Endrick viveu uma noite para se esquecer no clássico com o São Paulo no MorumBis. O resultado final foi de empate, mas a partida do Palmeiras foi muito apática e extremamente cautelosa", começou o jornal.

A imprensa espanhola chegou a comparar o posicionamento de Endrick com o de um ala-direito. Somente no final do jogo, com alteração, o jovem apareceu mais. O periódico ressalta que o jovem já havia sido deslocado pelo treinador para atuar mais pela beirada do campo nos últimos jogos, mas dessa vez suas funções defensivas se acentuaram. "Uma posição que o deixou muito longe de setores perigosos e o obrigou a trabalhar sem bola de maneira constante", escreveu.

O veículo ainda pontuou que o esquema escolhido para o Palmeiras fez com que Endrick aparecesse só no campo de defesa e preso à linha lateral ao longo da etapa inicial. O atacante não finalizou uma vez sequer, contabilizou apenas 35 toques na bola e chegou a três jogos sem balançar as redes.

Abel fez uma importante alteração tática do Palmeiras da temporada passada para esta. Com Richard Ríos e Aníbal Moreno pedindo passagem, a composição do meio-campo foi alterada e o time passou a jogar mais pelo meio. No comando do ataque, a dupla passou a ser Endrick e Flaco López.

A falta de jogadores pelas beiradas, em situações de ataque e defesa, obriga taticamente que um dos centroavantes desça para recompor o sistema em momentos de perda de bola. Quem tem sido sacrificado nessa configuração é Endrick. Abel deixou claro em outras entrevistas que precisa desse apoio na retaguarda de um de seus atacantes. Caso contrário, um deles irá para o banco de reservas.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade