0

Bandeira rebate Palmeiras sobre suposta ajuda: "ridículo"

Presidente do Flamengo criticou declarações de Alexandre Mattos e Luiz Felipe Scolari sobre arbitragem

22 out 2018
00h06
atualizado às 19h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Eduardo Bandeira de Mello é presidente do Flamengo
Eduardo Bandeira de Mello é presidente do Flamengo
Foto: Jorge Rodrigues/Agência Eleven / Gazeta Press

As reclamações do Palmeiras sobre a arbitragem deste domingo (21) não ficaram sem resposta do Flamengo. Depois de Alexandre Mattos e Luiz Felipe Scolari protestarem por quatro atletas estarem suspensos para encarar o time rubro-negro, o presidente do clube carioca, Eduardo Bandeira de Mello, rebateu os concorrentes pelo título nacional.

"Acho ridículo, mas ridículo mesmo, que se venha falar de qualquer tipo de favorecimento ao Flamengo", declarou o dirigente, em entrevista à ESPN Brasil.

Ouça o podcast Terra Futebol:

As críticas do Palmeiras foram feitas mesmo depois da vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, neste domingo, já que o clube perdeu quatro atletas suspensos para o jogo contra os cariocas, na próxima rodada do Brasileirão. Lucas Lima, Mayke e Bruno Henrique receberam o terceiro amarelo, enquanto Deyverson acabou expulso pelo árbitro André Luiz de Freitas Castro, que até se enganou ao explicar os cartões na súmula.

O diretor de futebol alviverde, Alexandre Mattos, ficou irritado com a situação e protestou no Pacaembu. Já o técnico Luiz Felipe Scolari disse que "parece até que tinham lista pronta". Depois de ouvir os adversários, Bandeira recordou jogos contra o Palmeiras para criticar outros erros que teriam prejudicado o Flamengo.

"A única listinha que tenho é a que já falei. Em 2015, fomos prejudicados na Arena naquele jogo em que deixaram de dar dois pênaltis, um no Pará e outro no Guerrero. Em 2016, o Márcio Araújo foi expulso injustamente por esse mesmo juiz que apitou o jogo de hoje do Palmeiras. Em 2017, na Ilha, os dois gols do Palmeiras foram irregulares e o juiz anulou um legítimo do Guerrero. Em 2018, foi esse absurdo do Felipe Melo, de camburão… Se existe alguma lista, é esta", afirmou.

No primeiro turno, o presidente flamenguista afirmou que Felipe Melo deveria ter sido expulso e saído de camburão do estádio após falta sobre o Vinícius Júnior, que rendeu um cartão amarelo.

O Palmeiras está na liderança do Brasileirão, com 62 pontos, quatro a mais do que o Fla, que é o segundo colocado. Os dois clubes se enfrentam no sábado, no Maracanã. Antes disso, o time de Felipão tem a primeira semifinal da Libertadores, na quarta, contra o Boca Juniors.

Veja também

10 maiores transações da história do futebol brasileiro

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade