PUBLICIDADE
Logo do Palmeiras

Palmeiras

Favoritar Time

Amigos de longa data, Álvaro Pacheco recebe presente de Abel Ferreira

Após vitória do Palmeiras sobre o Vasco, técnicos se cumprimentaram. Treinador vascaíno recebeu vinho de presente do comandante alviverde

14 jun 2024 - 00h45
(atualizado às 00h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon - Legenda: Amigos de longa data, Abel Ferreira e Álvaro Pacheco se enfrentaram pela primeira vez / Jogada10

Após o apito final da partida entre Palmeiras e Vasco, vencida pelos alviverdes a rivalidade ficou no campo. Fora dele, os técnicos das equipes, amigos de longa data, se encontraram na sala de imprensa do Verdão para um encontro fraterno.

Abel Ferreira, do Palmeiras, presenteou o amigo Álvaro Pacheco, do Vasco, com um vinho. Esta foi a primeira vez que os técnicos se enfrentaram em tal cargo.

"Amigos fora de campo, rivais dentro de campo. Seja bem-vindo ao futebol brasileiro, vir para o país do futebol, seja bem-vindo, seja feliz. Sorte para você, menos contra o Palmeiras (risos). Eu tenho aqui uma oferta para você, uma coisa especial. Um vinho para desfrutar com sua família, com teus amigos. Um momento especial para ti também. Era o que eu queria dizer", disse Abel.

Álvaro Pacheco rasgou elogios ao amigo, agradecendo às boas-vindas que recebeu desde que chegou no país - em 21 de maio.

"A nossa amizade, sabe o que eu sinto por você, sabe a admiração que eu também sinto e, principalmente, porque você nos tem ajudado muito. Não por aquilo que você transporta, por aquilo que você passa, você, no fundo, nos ajuda a crescer. Estes momentos em que estive conversando contigo, o cuidado que você tem em nos ajudar a adaptarmos, crescermos e sermos melhores. Por isso, Abel, pela tua amizade e pelos seus ensinamentos, um muito obrigado", disse o comandante vascaíno.

Álvaro Pacheco comenta derrota

Após o encontro, Álvaro Pacheco concedeu coletiva de imprensa. Ele, que teve sua segunda derrota em dois jogos pelo Vasco, sofrendo oito gols e só marcando um, lamentou a sequência difícil do time da Colina.

"É evidente que encontramos dois adversários que estão com uma dinâmica muito forte, que vão lutar para ser campeões. O Vasco teve dois jogos difíceis, mas teve um crescimento a nível de coragem. Disputamos com o Palmeiras em um nível forte. Mesmo perdendo, nunca deixamos nos desligar do jogo. Igualamos a nível de posse de bola, de remate de qualidade", afirmou.

Ele salientou que viu mais consistência do que contra o Flamengo, quando, em sua estreia, o time perdeu por 6 a 1. E lembrou, então, que o próximo jogo é em casa - já faz mais que o Vasco não joga em São Januário.

"O crescimento tem que ser de forma sustentada. Estamos tristes pelo resultado. Mas daquilo que foi o jogo contra o Flamengo, a equipe foi mais consistente. Conseguimos estar mais ligados no jogo. Senti a tristeza, mas disse aos jogadores que vi uma equipe completamente diferente. Amanhã estaremos no CT para analisar o que temos que melhorar, mas o próximo jogo é na nossa casa, naquele ambiente que vi que é fantástico. Que cria um ambiente bom para a equipe", disse o comandante.

O Vasco volta a campo já neste domingo (16), quando recebe o Cruzeiro, em São Januário, às 18h30 (de Brasília), pela nona rodada do Brasileirão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade