0

À espera de M. Oliveira, Zé Roberto cobra elenco por má fase

11 jun 2015
16h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Palmeiras vive a expectativa da chegada do seu novo treinador. Marcelo de Oliveira está muito próximo de ser anunciado como novo comandante da equipe alviverde, tanto que o capitão Zé Roberto já está esperando o ex-cruzeirense. Independente disso, o meia pede: o Palmeiras tem que ser mais regular no Campeonato Brasileiro

“Essa indefinição claro que ninguém gosta de viver uma situação dessa, mas pelo que tenho escutado, a definição está para sair, deve demorar só mais um ou dois dias para uma definição”, explicou Zé Roberto.

“Claro que falta muita coisa nesse grupo, é a questão da regularidade. Não pode fazer um grande jogo contra o Corinthians e entregar para o Figueirense. Acredito que com o novo treinador que vai chegar já sabe desse processo que estamos passando e espero que consiga essa regularidade para subir na tabela”, completou o capitão alviverde. 

Veterano tem esbanjado preparo físico apesar dos 40 anos
Veterano tem esbanjado preparo físico apesar dos 40 anos
Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras/Divulgação

Até o momento, a vitória no clássico foi a única do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. São apenas seis pontos em seis rodadas, o que acabou resultando na queda de Oswaldo de Oliveira nesta semana. 

Assim como o lateral Lucas na última quarta, Zé Roberto dividiu a culpa da má fase com o elenco, eximindo o ex-comandante de toda a responsabilidade. 

Agora é oficial! Alecsandro assina com o Palmeiras

“Lucas foi muito feliz nas colocações. Não adianta ganhar do Corinthians e perder para o Figueirense. Tem que acontecer a mudança no sentido que quando vem um treinador novo, quem não é aproveitado tem mais vontade. Começa do zero, cria uma briga, no bom sentido, por espaço para que o treinador possa eleger as melhores peças para podermos ter um time mais forte do que temos no momento”, analisou o camisa 11.

"E essa cobrança, desde quando saiu o Oswaldo, precisa existir diariamente entre nós jogadores. Já no vestiário depois da demissão conversamos entre nós, que a gente sabe que a gente pode fazer mais. A gente fez grandes jogos, mas também fizemos jogos ridículos, essa cobrança tem que existir todos os dias aqui", comentou o capitão do Palmeiras.

Apesar da crise nas ultimas semanas Zé Roberto lembra o possível novo treinador: o trabalho não começará do zero, já que a equipe conseguiu provar no Campeonato Paulista que é capaz de brigar por títulos. 

Oswaldo: "pressão desequilibra dirigentes do Palmeiras"

“Para você iniciar um trabalho com 22 reforços é natural oscilar, até quem não conhece de futebol sabe disso. Em um período tão curto, pelo menos temos um time que tem uma identificação, porque não podemos menosprezar os grandes jogos do Paulista, que chegamos numa final do Paulista e os grandes clássicos que fizemos, estamos no caminho certo”, disse o armador.

O jogador evitou se aprofundar sobre a possível chegada de Marcelo Oliveira, mas elogiou o possível novo comandante.

“Conheço muito pouco, até porque com o Marcelo só joguei contra. Mas é um técncio com muita experiência, é o ultimo campeão brasileiro. Se vier, tem nada definido, vai agregar muito ao elenco. A gente espera que se defina o  mais rápido possível para dar sequencia ao trabalho”, afirmou. 

Fonte: EFuroni Conteúdo Editorial
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade