PUBLICIDADE

Na Garagem: Simoncelli cai na 2ª volta, é atropelado na Malásia e morre aos 24 anos

Piloto da Gresini caiu no meio do pelotão em Sepang e acabou atropelado por Colin Edwards e Valentino Rossi. Italiano de Coriano foi socorrido de imediato, mas não resistiu aos ferimentos e foi declarado morto em Sepang

23 out 2021 05h02
ver comentários
Publicidade
Marco Simoncelli morreu há 10 anos, após acidente em Sepang
Marco Simoncelli morreu há 10 anos, após acidente em Sepang
Foto: Divulgação / Grande Prêmio

ADEUS DE ROSSI E TRIBUTO A SIMONCELLI: MOTOGP TRANSBORDA EMOÇÃO EM MISANO | GP às 10

HÁ DEZ ANOS, A MOTOGP VIVEU UMA TRAGÉDIA NA MALÁSIA: A MORTE DE MARCO SIMONCELLI. Aos 24 anos, o então piloto da Gresini sucumbiu às graves lesões sofridas após ser atropelado por Colin Edwards e Valentino Rossi depois de uma queda ainda na segunda volta do GP em Sepang.

Quinto colocado no grid daquela 17ª e penúltima etapa da temporada 2011, Simoncelli caiu na curva 11 do traçado malaio, na segunda volta, em meio a um duelo com Álvaro Bautista pela quarta colocação, mas, ao invés de escorregar para fora da pista, acabou voltando ao traçado. Sem tempo e espaço para reagir, Colin Edwards e Valentino Rossi acabaram atropelando o italiano de Coriano.

NA GARAGEM

Marco Simoncelli foi a primeira vítima da MotoGP desde Daijiro Kato (Foto: Divulgação)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Marco ficou estirado na pista após o impacto, inclusive sem capacete, que tinha sido arrancado com o choque. Imediatamente atendido, o piloto foi levado ao centro médico da pista, mas, depois de mais de 45 minutos de tentativas de reanimação, sucumbiu às lesões após uma parada cardiorrespiratória.

Edwards teve o ombro deslocado no acidente, enquanto Rossi, que era muito amigo de Simoncelli, ficou visivelmente abalado. O multicampeão, que na época corria pela Ducati, foi flagrado chorando pelas câmeras.

O GP da Malásia foi cancelado, o que causou a fúria do público nas arquibancadas, que passou a arremessar objetos na pista antes de ser informado do falecimento do piloto.

Assim que a morte foi confirmada, Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, foi de box em box para comunicar aos pilotos.

"Simoncelli entrou em parada cardiorrespiratória por causa do forte impacto que recebeu na cabeça, pescoço e peito. Por isso, foi rapidamente entubado e recebeu manobras de reanimação durante mais de 45 minutos, mas todas as tentativas foram em vão e, às 16h56 (6h56 de Brasília), o piloto foi declarado oficialmente morto", disse Michele Macchiagodena, diretor-médico da MotoGP.

Foi a primeira fatalidade com um piloto da classe rainha desde que Daijiro Kato morreu após um acidente no GP do Japão de 2003. No intervalo entre o falecimento dos dois pilotos da Gresini, Shoya Tomizawa, da Moto2, faleceu após um acidente em Misano.

Marco estava na segunda temporada na MotoGP, mas já tinha enfrentado inúmeras polêmicas, especialmente por conta do estilo agressivo. A competitividade do primeiro ano na categoria de elite, porém, tinha rendido a ele uma moto de fábrica, que, junto com um comportamento mais contido, rendeu resultados melhores.

A morte do carismático italiano repercutiu além do esporte a motor. Naquele domingo, os principais eventos esportivos italianos respeitaram um minuto de silêncio em tributo ao piloto. Na partida conta o Lecce no Campeonato Italiano, o Milan, time de Marco, usou fitas nos braços dos jogadores em sinal de luto.

Ao longo de 2011, Marco conquistou duas poles e dois pódios ― foi terceiro na República Tcheca e segundo na Austrália. No encerramento daquele campeonato, Simoncelli ficou com a sexta colocação no Mundial, com 139 pontos. Antes, tinha sido campeão das 250cc em 2008 e teve como melhor resultado o quinto posto no Mundial de 125cc de 2005.

O GP do Feito na Itália e da Emília-Romanha de MotoGP, em Misano, acontece no domingo (24), às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

MOTOGP MOSTRA DUAS CARAS EM DECISÕES ENVOLVENDO SEGURANÇA EM 2021 | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade