PUBLICIDADE

Motociclismo

Menino que morreu após acidente em Interlagos tinha sonho de correr na MotoGP

Além da motovelocidade, Lorenzo Somaschini gostava de jogar basquete

18 jun 2024 - 17h36
(atualizado às 23h13)
Compartilhar
Exibir comentários
Argentino Lorenzo Somaschini, de nove anos, participava do 'SuperBike Brasil'
Argentino Lorenzo Somaschini, de nove anos, participava do 'SuperBike Brasil'
Foto: Reprodução/Redes Sociais / Perfil Brasil

O piloto Lorenzo Somaschini, de 9 anos, que morreu na última segunda-feira, 17, após acidente sofrido durante prova de motovelocidade no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, tinha o sonho de disputar a MotoGP

O desejo do garotinho argentino foi contado em entrevista ao portal La Capital, em abril deste ano. Além da ambição profissional, ele gostava de jogar basquete nas horas vagas

“Meu objetivo é chegar ao MotoGP”, falou na ocasião, antes de contar da relação com a bola laranja, que foi deixada de lado devido aos treinos de motovelocidade e estudos: “Basquete [esporte que gosta]. Na verdade, eu joguei e tive que desistir por causa da escola e dos treinos de moto”.

A preferência por basquete e motovelocidade distanciaram Somaschini do futebol, o que não é habitual em sua região. O menino nasceu em Rosário, cidade natal de Lionel Messi.

Para explicar o gosto pelas duas rodas, o menino contou na época que foi amor à primeira vista. Seu primeiro contato com uma moto aconteceu quando tinha por volta de 3 anos, quando seu pai o colocou para andar no veículo do avô.

“Um dia meu pai me levou ao supermercado ou para abastecer, não me lembro bem, mas andamos numa 125cc que era do meu avô e eu adorei. Foi aí que algo me agarrou e não sei como explicar. Gostei muito e bom… comecei a ficar fascinado por motos e aqui estou, pronto para correr. Era muito pequeno. Foi a primeira vez que andei de moto e adorei”, contou. 

Apesar da pouca idade na ocasião, Somaschini explicou a felicidade que sentia ao pilotar a moto: “Velocidade e alegria, mesmo indo devagar. Eu me imaginei correndo”.

O sonho, no entanto, foi interrompido precocemente. O garoto morreu na segunda-feira, após passar três dias internado por conta de um acidente sofrido durante prova de motovelocidade no Autódromo de Interlagos. Ele participava da categoria voltada para crianças e adolescentes dos 8 aos 18 anos e estava disputando a etapa do SuperBike Brasil, um dos principais torneios de motociclismo.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade