0

Fora em 2020, Silverstone trabalha para voltar ao calendário: "O circuito ficou melhor"

Mundial de Motovelocidade tem contrato com Silverstone só até o fim da temporada 2021. Corrida deste ano foi cancelada por conta da pandemia do novo coronavírus

29 jul 2020
09h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Grande Prêmio

Silverstone não vai receber a MotoGP na temporada 2020, mas o diretor do circuito está mais do que disposto a renovar o contrato com a Dorna. O vínculo atual é válido até 2021.

Silverstone recebeu o Mundial pela primeira vez em 1977, realizando dez corridas até 1986. Depois, o traçado ficou fora da programação por 23 anos, até retornar em 2010. Desde então, o Mundial correu de forma ininterrupta, mas, em 2018, as corridas das três classes foram canceladas por conta de problemas de drenagem na pista.

Silverstone ficou fora do calendário deste ano
Silverstone ficou fora do calendário deste ano
Foto: Repsol / Grande Prêmio

"Só temos mais um ano no nosso contrato, mas eles [a promotora Dorna Sports] são de fato generosos com os elogios que fazem a Silverstone como um praça que se adapta às suas motos", disse Pringle em entrevista à publicação inglesa 'Autosport'.

O dirigente lembrou o desfecho da corrida do ano passado, quando Álex Rins venceu Marc Márquez por só 0s013.

"Foi na linha, meia moto de diferença. A corrida é ótima, consistentemente uma das melhores do calendário", comentou. "Operacionalmente, nós certamente somos uma das melhores praças para lidar por conta da enorme escala. O paddock não fica menor em termos de kits e equipamentos que eles tentam colocar nele", seguiu.

"Desde o recapeamento, fizemos 24 intervenções separadas para melhoras ainda mais a drenagem na borda da pista. Algumas nós conseguimos fazer de forma muito eficiente, pois tudo ficou fechado por 12 semanas", explicou. "Então realmente conseguimos atingir esse lado das coisas. Foi um lado realmente positivo do fechamento forçado: poder lidar com o programa de manutenção com muito cuidado", apontou.

"Mas será muito desapontador se não pudermos manter a MotoGP no futuro. Um dos melhores circuitos do calendário deles ficou melhor e as instalações ― como o hotel e o entretenimento familiar trazido pelo museu Silverstone Experience ―, tudo isso contribui para dizer que somos capazes de manter o campeonato", defendeu.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

Veja também:

Final do Paulistão e início do Brasileiro são os destaques do fim de semana
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade