PUBLICIDADE

Motociclismo

Dovizioso assume "relação ruim com algumas pessoas na Ducati" e resume: "Acabou mal"

Reconhecido como um dos grandes responsáveis pelo avanço da Desmosedici na MotoGP, o italiano de Forli sublinhou que não tem um problema com a companhia, mas com algumas das pessoas que integram a marca de Borgo Panigale

7 jan 2023 - 09h07
Compartilhar
Exibir comentários
Andrea Dovizioso destacou que a relação com a Ducati não acabou bem
Andrea Dovizioso destacou que a relação com a Ducati não acabou bem
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Andrea Dovizioso reconheceu que a relação com a Ducati na MotoGP "acabou mal". Ainda assim, o italiano de Forli quis deixar claro que não tem um problema com a marca que defendeu por oito temporadas na classe rainha do Mundial de Motovelocidade, mas uma "relação ruim com algumas pessoas".

Aposentado da MotoGP desde o GP de San Marino e da Riviera de Rimini do ano passado, quando deixou a RNF Yamaha, Andrea viveu o auge da carreira entre 2017 e 2019, quando chegou a enfrentar Marc Márquez pelo título. Em 2017, o italiano levou a briga até a última corrida, mas acabou derrotado pelo rival da Honda.

Andrea Dovizioso brigou por títulos com a Ducati, mas deixou a equipe com uma relação ruim com algumas pessoas
Andrea Dovizioso brigou por títulos com a Ducati, mas deixou a equipe com uma relação ruim com algumas pessoas
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A relação com Gigi Dall'Igna, o chefe da Ducati Corse, a divisão de corridas da Ducati, porém, desandou, o que acabou culminando com a saída para o que começou como um ano sabático e depois se tornou uma relação com a Yamaha. O documentário 'Andrea Dovizioso: Undaunted', da Red Bull TV, mostra os bastidores de uma relação tensa entre o piloto e a equipe, que passou a se incomodar justamente com o jeito analítico que sempre foi considerado um trunfo do #4.

"Quando uma história como a minha e a da Ducati acaba, é sempre uma pena", disse Dovizioso à publicação alemã Motorsport Magazin. "Pois eu sou uma pessoa que tenta ter uma boa relação com todo mundo. Mas, neste caso, infelizmente, acabou mal", assumiu.

"Mas quero esclarecer que eu não tenho uma relação ruim com a Ducati enquanto companhia, tenho uma relação ruim com algumas pessoas na Ducati. É diferente", pontuou.

Longe das pistas e se dedicando a um projeto pessoal na área do motocross, Andrea assumiu que tem alguns arrependimentos da carreira.

"Eu, com certeza, tenho alguns arrependimentos na minha carreira — quem diz o oposto, ou seja, que não tem arrependimento, está mentindo", disparou. "Sempre tem coisas que poderíamos ter feito melhor. Mas, no geral, estou satisfeito com a minha carreira e a minha vida", encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade