0

Mercedes parece mais dominante que nunca na F1 após 3 corridas

15 abr 2019
12h20
  • separator
  • comentários

As três primeiras corridas da temporada atual de Fórmula 1 transformaram em piada as previsões pré-temporada de que a Ferrari ditaria o ritmo e que a Mercedes teria dificuldade para acompanhá-la.

Valtteri Bottas e Lewis Hamilton, da Mercedes, no pódio após o Grande Prêmio da China de F1
14/04/2019 REUTERS/Aly Song
Valtteri Bottas e Lewis Hamilton, da Mercedes, no pódio após o Grande Prêmio da China de F1 14/04/2019 REUTERS/Aly Song
Foto: Reuters

A tabela pode não contar toda a história, e a sorte teve sua influência, mas no papel a Mercedes está mais dominante que nunca, enquanto a Ferrari está bem abaixo das expectativas.

"Logo teremos que parar de falar 'a Ferrari isto, a Ferrari aquilo, a força incrível da Ferrari'... porque eles não estão dando conta", disse Martin Brundle, ex-piloto e comentarista da Sky Sports.

A Mercedes, que venceu todos os campeonatos dos últimos cinco anos, completou uma trinca de dobradinhas no pódio no Grande Prêmio da China de domingo.

A única coisa que impede a equipe de se vangloriar de um início perfeito é a adoção de um ponto pela volta mais rápida da prova nesta temporada, já que Charles Leclerc, da Ferrari, foi o mais rápido no Barein e Pierre Gasly, da Red Bull, em Xangai.

Fora isso, a Mercedes fez algo de que nem a Ferrari foi capaz em sua era de ouro, entre 2000 e 2004, quando conquistou seis títulos sucessivos de construtores e cinco campeonatos mundiais seguidos com Michael Schumacher.

A última equipe a iniciar uma campanha com três dobradinhas sucessivas foi a Williams, com Nigel Mansell e Riccardo Patrese, em 1992.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade