PUBLICIDADE

Boxe

Bia Ferreira bate argentina e conquista o título mundial dos pesos leves da FIB

Na tarde deste sábado, a brasileira derrotou por nocaute a argentina Yanina Del Carmen Lescano, em Liverpool, na disputa pelo cinturão

27 abr 2024 - 16h39
(atualizado às 17h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Após ser bicampeã mundial no boxe olímpico, chegou a hora de Bia Ferreira conquistar o mundo no profissional. Na tarde deste sábado, a brasileira derrotou por nocaute a argentina Yanina Del Carmen Lescano, em Liverpool, na disputa pelo cinturão da Federação Internacional de Boxe (FIB). A luta foi paralisada no sexto round porque a adversária da brasileira estava sangrando demais e o combate foi encerrado. 

Beatriz Ferreira campeã mundial no boxe profissional
Beatriz Ferreira campeã mundial no boxe profissional
Foto: Matchroom Boxing / Olimpíada Todo Dia

+ SIGA O OTD NO , TWITTER, ,  E FACEBOOK

Com a vitória, Bia Ferreira deu o primeiro passo para alcançar o ambicioso objetivo a que se propôs para 2024. Ela quer ser a primeira da história a ser campeã mundial no boxe profissional e ganhar uma medalha olímpica no mesmo ano. Em julho, ela vai disputar os Jogos Olímpicos de Paris-2024 como favorita ao ouro na categoria até 60 kg.

"Estou muito feliz. Alcancei o objetivo, mas a luta não saiu como a gente planejou. Agora a meta é ser campeã olímpica. E eu prometo que a próxima luta vai ser melhor do que essa", afirmou Bia Ferreira. "Eu não estava nada distraída (por causa da Olimpíada). Eu estava muito focada no cinturão. I love Liverpool", se arriscou no inglês a brasileira. "Brasil, representei. Estou levando para casa mais um título mundial. Obrigado pela força e pela energia. Missão dada é missão cumprida. Com certeza é o primeiro de muitos!", prometeu.

A luta

O primeiro round foi de estudos na maior parte do tempo, mas Lescano acabou levando a melhor na troca de golpes. No intervalo, o técnico Mateus Alves chamou a atenção da brasileira. "Joga mais embaixo (da linha de cintura) e fique mais atento na defesa", alertou.

Bia Ferreira voltou melhor no segundo round, acertou uma boa sequência na adversária e uma forte esquerda no queixo. Mas, no terceiro assalto, a brasileira trocou alguns golpes com a guarda baixa e foi atingida algumas vezes. "Você está muito desatenta na defesa e se atirando demais nos golpes. Você tem que se impor", reclamou Mateus Alves.

Depois de mais uma bronca do treinador, Bia Ferreira embalou na luta. Com duros golpes na linha de cintura, a brasileira percebeu que a argentina estava sentindo e partiu para cima. No quinto round, o domínio foi completo e ela fez o supercílio de Yanina Del Carmen Lescano sangrar.

No sexto round, Beatriz Ferreira voltou a castigar a oponente, que começou a sangrar muito. Por conta disso, a luta foi paralisada e, após analisar o estado de Lescano, o árbitro decidiu encerrar a luta e dar o primeiro cinturão da carreira para

Olimpíada Todo Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade