PUBLICIDADE

Luiz Britto supera tie-break e vai à final em Tucumán

19 abr 2024 - 19h04
Compartilhar
Exibir comentários

No sexto dia de competições, o brasileiro Luiz Britto voltou à quadra para a disputa da semifinal da chave de duplas do Challenger de San Miguel de Tucumán, na Argentina. Ao lado do argentino Gonzalo Villanueva, ele venceu por 2 a 0 a parceria formada pelo uruguaio Ignacio Carou e Hernán Casanova, também da Argentina, e se classificou à decisão do torneio.

Luiz Britto e Gonzalo Villanueva
Luiz Britto e Gonzalo Villanueva
Foto: Luiz Britto e Gonzalo Villanueva ( Asociación Argentina de Tenis) / Olimpíada Todo Dia

Em partida de mais de uma hora e meia de duração, Luiz e seu parceiro derrotaram a dupla adversária nas parciais de 7/6 [7/4] e 6/3. Após duas quebras de cada lado, a disputa do primeiro set se encaminhou para o tie-break. Na reta final, eles anotaram três pontos consecutivos e abriram em vantagem com um 7/4. Logo depois, Britto e Villanueva conseguiram um break no oitavo game e sacramentaram sua classificação à final em Tucumán.

Único brasileiro remanescente no torneio, Luiz Britto chegou às semifinais após vitórias contra o brasileiro Igor Gimenez e o uruguaio Franco Roncadelli, nas oitavas, e os argentinos Mateo Del Pino e Lautaro Midon, nas quartas. Agora, Britto buscará seu primeiro título de Challenger da carreira. Atualmente, o tenista de 30 anos ocupa o 328º lugar do ranking de duplas da ATP.

Na final da competição, Luiz e Villanueva enfrentarão a dupla formada pelo australiano Patrick Harper e pelo britânico David Stevenson. A decisão acontecerá neste sábado (20), ainda sem horário definido. Na chave de simples em Tucumán, a disputa se encontra na fase de semifinal. De um lado, o argentino Andrea Collarini, 312º do ranking, enfrentará o compatriota Lautaro Midon. Por fim, Hernán Casanova e Valerio Aboian, também da Argentina, medirão forças em busca de uma vaga na decisão.

Olimpíada Todo Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade