0

Tricampeão da Champions com o Real, Sávio fala sobre Militão

Ex-atacante do time espanhol comentou sobre a contratação do defensor, falou sobre seu tempo em Madri e deu conselhos para o brasileiro

22 mar 2019
13h56
atualizado às 14h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A reformulação no elenco do Real Madrid para a próxima temporada já teve início na última semana. O clube merengue, com aval de Zidane, balançou o mercado de transferências na Europa e pagou 50 milhões de euros (R$ 215 milhões) para tirar Éder Militão do Porto.

O LANCE! conversou com o atacante Sávio, que atuou no clube merengue por cinco anos, para saber o que o defensor ex-São Paulo pode esperar no clube espanhol.

Militão foi oficializado pelo Real Madrid e se junta ao time merengue a partir de julho (Foto: Miguel Riopa/AFP)
Militão foi oficializado pelo Real Madrid e se junta ao time merengue a partir de julho (Foto: Miguel Riopa/AFP)
Foto: LANCE!

Recepção do clube e torcida

Éder Militão começou a carreira no São Paulo e foi vendido no meio do ano ao clube português, onde se destacou, sendo nomeado por cinco vezes o melhor defensor da Liga NOS. Revelado nas categorias de base do Flamengo, Sávio jogou por cinco anos no Rubro-Negro até ser contratado pelo Real Madrid em 1997. O capixaba de 45 anos, que hoje atua como empresário, falou sobre a ótima recepção que teve em Madri.

"Uma grande contratação gera sempre uma enorme expectativa, como é o caso de Militão, que chega com bom status do clube português. Em Madri, o clube, a cidade e os torcedores sempre recebem seus atletas com grande orgulho. Foi assim que fui recebido em 1997, com bastante carinho. Com o defensor brasileiro não será diferente. Madri respira futebol!", comentou o ex-atleta do Real.

Potencial do brasileiro no clube

No período em que ficou no Real Madrid, de 1997 a 2002, Sávio conquistou inúmeros títulos com a camisa merengue. Nos cinco anos de Real, o ex-atacante conquistou três Champions League, um Mundial de Clubes, um Campeonato Espanhol, uma Supercopa da Espanha e uma Supercopa Europeia. Sávio comentou sobre o potencial de Militão em construir uma bonita história assim como ele fez e aproveitou para deixar um conselho ao defensor.

"Éder Militão tem um grande potencial e já deixou claro a sua capacidade, tanto em Portugal, como no São Paulo. Tem tudo para fazer um grande trabalho com grandes conquistas no Real Madrid. Se eu tivesse uma dica pra ele, falaria para ser autêntico, sem medo de nada, tem de agir naturalmente, que tudo vai fluir conforme ele espera e as glórias virão", disse o empresário.

Crescimento do brasileiro com Zidane

Durante o tempo em que foi atleta do Real Madrid, Sávio atuou com grandes jogadores como Seedorf, Raúl, Figo, mas só na temporada 2001/2002 atuou com o atual treinador do time espanhol, Zinedine Zidane. O ex-jogador do Flamengo, que também atuou por times como Bordeaux, Zaragoza, Real Sociedad, falou sobre a relação com o francês na época e falou sobre o potencial de crescimento de Militão com o comandante.

"Joguei com Zidane apenas uma temporada, é um cara muito tranquilo. Aprendi muito com ele dentro e fora de campo, é uma pessoa sensacional. Acredito que Militão tem tudo para crescer ainda mais sob o comando do francês. Zidane dispensa comentários", falou o capixaba de 45 anos que encerrou a carreira em 2010 atuando pelo Avaí, após breves passagens por Desportivo Ferroviária, Anorthosis, do Chipre, e Levante, da Espanha.

Adaptação, cidade e idioma

Militão será o 28º brasileiro a vestir a camisa do Real Madrid, juntando-se a grandes craques como Ronaldo, Roberto Carlos e Kaká que brilharam com a camisa merengue. No entanto, nem todos tiveram a mesma sorte, como foi o caso de Zé Roberto, Emerson e César Prates, que ficaram apenas uma temporada no time madrilenho. Sávio, que ficou por cinco anos no Real, falou um pouco sobre a questão da adaptação, cidade e a idioma local.

"Antigamente a questão da adaptação realmente era um empecilho para alguns atletas estrangeiros, não somente para brasileiros. Hoje acredito que isso seja muito mais fácil graças a toda evolução da sociedade como um todo. A cidade é linda e tem uma gastronomia maravilhosa. Para Militão vai ser um processo rápido, com o tempo vai conhecendo o clube, costumes da cidade, e claro, aprendendo o idioma", finalizou o ex-atacante.

*Sob supervisão de Aigor Ojêda e Leonardo Martins

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade