1 evento ao vivo

Scarpa cita comparação 'injusta' da Fifa e se vê em melhor fase no Verdão

Golaço contra o Grêmio foi listado pela maior entidade do futebol com batidas marcantes de Branco e Roberto Carlos pela Seleção. Ele é o artilheiro do Palmeiras no ano

22 ago 2019
14h44
atualizado às 15h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Depois de um ano e meio no clube, passando por lesões e briga jurídica com o Fluminense, Gustavo Scarpa se vê em seu melhor momento no Palmeiras. Artilheiro do time na temporada (10 gols) e na Libertadores (6), o meia agora não quer deixar o ritmo cair para ter sequência como titular.

- Estou tendo uma sequência legal. Fiquei um tempinho sem jogar, acontece. Mas eu acredito que seja meu melhor momento sim, espero que consiga melhorar mais. Que eu consiga melhorar meus números, o número de vitórias do Palmeiras também - analisou.

- O número no meio da temporada (de artilheiro) te motiva, mas acaba não significando nada, porque não tem título. Claro que quando acaba o ano e vê número expressivo de participações em gols é gratificante. Mas, por ter um elenco muito qualificado, não pode se acomodar. Esquecer o que já fez, buscar mais gols, mais assistências e mais vitórias - acrescentou.

Gustavo Scarpa é o artilheiro do Palmeiras na temporada com dez gols (Foto: Cesar Greco)
Gustavo Scarpa é o artilheiro do Palmeiras na temporada com dez gols (Foto: Cesar Greco)
Foto: Lance!


Ainda que seja o goleador, Scarpa atuou em apenas 29 das 45 partidas do Palmeiras em 2019. Ele vivia boa fase no primeiro semestre, sofreu uma lesão muscular e perdeu espaço para Lucas Lima e Raphael Veiga. A recuperação veio recentemente, e teve o golaço contra o Grêmio como chancela.

O forte chute de fora da área garantiu a vitória do Palmeiras por 1 a 0 na Arena Grêmio e a vantagem de jogar por qualquer empate nesta próxima terça, no Pacaembu, para avançar à semifinal da Libertadores.

Até a Fifa, em sua página no Twitter, elogiou o chute, comparando-o, por exemplo, a Branco e Roberto Carlos, laterais históricos da Seleção. O palmeirense riu da comparação que considerou ser injusta.

- Injusta com eles e comigo também (risos). São caras acima da média. Fui muito feliz na força do chute, mas os caras faziam isso sempre. Esses chutes de muita força e muito longe, foi o primeiro ou segundo meu. Injusto comigo também, porque os caras são monstros. Tenho muito arroz e feijão ainda para comer - completou.

Sem jogo no fim de semana, o Palmeiras só volta a campo na terça, para definir a classificação contra o Grêmio. Ainda que admita ter uma boa vantagem, Gustavo Scarpa pede atenção.

- Temos que tomar cuidado, porque é uma equipe extremamente qualificada. A gente não pode ser hipócrita de dizer que não foi um bom resultado, porque realmente foi, mas temos que tentar manter essa vantagem e conseguir a classificação - encerrou.

Veja também:

Veja onde estão 24 andarilhos no futebol brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade