5 eventos ao vivo

Santos bate a LDU e tem vantagem nas oitavas da Libertadores

Com gols de Soteldo e Marinho, Santos bate equipe equatoriana e jogará por um empate no jogo de volta

24 nov 2020
21h15
atualizado às 21h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Santos saiu na frente da LDU nas oitavas de final da Conmebol Libertadores. Jogando na altitude de 2.850 metros de Quito, capital equatoriana, o Alvinegro venceu por 2 a 1, fora de casa.

O Peixe saiu na frente, logo aos sete minutos de jogo, com Soteldo, sofreu o empate no último minuto da etapa inicial, mas precisou de Marinho, após sofrer pênalti em uma jogada individual e o próprio converter.

Santos começa on fire

O Peixe iniciou a partida contra a LDU indo para cima, muito melhor do que as últimas apresentações santistas pelo Campeonato Brasileiro. No primeiro minuto de jogo, Marinho já exigiu o goleiro Gabbarini, em uma cobrança direta de falta, que o próprio camisa 11 sofreu com 15 segundos de partida.

Soteldo marcou o seu primeiro gol pelo Santos em Libertadores (Foto: AFP)
Soteldo marcou o seu primeiro gol pelo Santos em Libertadores (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

Gol do Santos no início do jogo

E não demorou muito para o Alvinegro Praiano sair na frente. Aos sete minutos de jogo, o lateral-direito Pará levou até a linha de fundo, cruzou pra trás e encontrou o atacante Soteldo, que dominou e marcou o seu primeiro gol pelo Santos na Libertadores. Faltava apenas o torneio continental para que o jogador anotasse um tento pelo Peixe.

LDU cresce no primeiro tempo

Com o Santos marcando o gol cedo, a LDU teve que responder e, com isso, avançou as suas linhas. O Peixe se postava bem defensivamente, salvo o seu lado esquerdo defensivo que deu alguns espaços para descidas dos equatorianos, tanto que antes mesmo do intervalo, aos 46 minutos da etapa inicial, Marcelo Fernandes substituiu o meia Jean Mota e colocou o zagueiro Wagner Leonardo, movendo o lateral-esquerdo Felipe Jontan para o meio e improvisando Wagner pela lateral, posição que o defensor atuou, e foi bem, nas últimas partidas, pelo Brasileirão. Além disso, nas chegadas da Liga de Quito o goleiro John fez boas defesas. Foi a terceira partida seguida do arqueiro como titular e todas elas com destaque.

LDU empata

No último minuto do primeiro tempo, em uma jogada que começou no ataque do Peixe, a LDU empatou o confronto. O Santos alçou uma bola na área pelo lado esquerdo, mas sofreu um contra-ataque. Julio disparou pelo lado direito ofensivo, cortou Diego Pituca, obrigou John fazer uma boa defesa, mas no rebote a defensiva santista não afastou e o próprio Julio cabeceou para o fundo do gol.

Marinho assume o protagonismo

Assim como começou "on fire" o primeiro tempo, Marinho foi pra cima da LDU no início da etapa final. Logo no primeiro minuto, arriscou um chute de longa distância, obrigando boa intervenção do goleiro adversário. Aos 14 minutos do tempo complementar, o camisa 11 foi pra cima da marcação da defesa do clube equatoriano, invadiu a área, foi derrubado e sofreu pênalti, que ele mesmo bateu e converteu.

Santos se segura

Após marcar o segundo gol, o Peixe postou bem as suas linhas defensivas, contou com intervenções pontuais do goleiro John e pouco sofreu ante a Liga de Quito.

FICHA TÉCNICA

LDU 1 x 2 SANTOS

Estádio: Casa Blanca, Quito (EQU)

Data e horário: 24 de novembro de 2020, às 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Julio Fernandez (ARG)

Árbitro de vídeo: Mauro Vigliano (ARG)

Público e renda: Portões fechados

Gols: 0-1 Soteldo (07'/!T); 1-1 Julio (46'/1T); 1-2 Marinho (14'/2T)

Cartões amarelos: Vega, Aguirre, Ordoónez e Alcívar (LDU); Luiz Felipe, Soteldo, Felipe Jonatan e Wagner Leonardo (Santos).

LDU (EQU): Gabbarini; Perlaza (Zunino, 47'/2T), Luís Caicedo, Ordónez e Cruz (Ayala, intervalo); Vega (Marcos Caicedo, 20'/2T), Alcívar, Quintero (Aguirre, 10'/2T) e Billy Arce; Martínez e Julio. Técnico: Pablo Repetto.

SANTOS: John; Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Felipe Jonatan (Lucas Braga, 35'/2T) ; Alison, Diego Pituca e Jean Mota (Wagner Leonardo, 46'/2T); Marinho, (Lucas Loirenço, 43'/2T) Kaio Jorge e Soteldo (Vinicius Balieiro, 43'/2T). Técnico: Marcelo Fernandes

 

Veja também:

Tua, Daniel Jones e Lamar Jackson são brindados com opções para o jogo aéreo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade