9 eventos ao vivo

Roger 'ignora' Boca e diz: 'Queremos os pontos da última rodada'

Técnico diz que o objetivo do Palmeiras é garantir a melhor campanha da fase de grupos. Se o Junior Barranquilla vencer no Allianz Parque, Boca estará eliminado

3 mai 2018
23h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Roger Machado disse após a vitória por 3 a 1 sobre o Alianza Lima (PER), nesta quinta-feira, que o Palmeiras quer vencer o Junior Barranquilla (COL) na última rodada da fase de grupos para garantir a melhor campanha no geral e definir todos os mata-matas da Libertadores em casa. O técnico avisou que a situação do Boca Juniors (ARG) não lhe diz respeito.

Jogadores do Palmeiras festejam gol contra o Alianza Lima - FOTO: AFP
Jogadores do Palmeiras festejam gol contra o Alianza Lima - FOTO: AFP
Foto: Lance!

Se o Verdão perder para o Junior Barranquilla no dia 16 de maio, no Allianz Parque, o Boca ficará fora das oitavas de final. Se houver empate em São Paulo, o Boca precisará vencer o Alianza Lima na Bombonera. Se houver vitória palmeirense, o Boca precisará apenas de um empate contra os peruanos.

- A nossa preocupação é com a nossa atuação, nossa pontuação e nossa posição ao fim dessa fase. Essa vitória nos colocou como primeiro do grupo. É importante que a gente consiga, ou tente, conquistar os pontos da última rodada para ficar em primeiro no geral. Essa condição que alcançamos nesse momento foi por nossos méritos. O que os adversários fizeram não nos diz respeito. Nós queremos os pontos restantes - disse Roger.

Com 13 pontos conquistados, o Palmeiras já tem assegurada a ponta do Grupo 8. Nem Junior Barranquilla (sete pontos), nem Boca Juniors (seis pontos) e muito menos Alianza Lima (um ponto, já eliminado) podem alcançá-lo. Neste momento, a equipe também é dona da melhor campanha no geral, mas um tropeço na última rodada provavelmente lhe custaria este posto.

Embora Roger saliente o desejo de conquistar os três pontos na próxima rodada, é possível que o Palmeiras não utilize sua formação titular. Nesta quinta, por exemplo, apenas Jailson e Borja foram escalados para enfrentar o Alianza Lima. O clube vive uma maratona, com jogos também pelo Brasileiro e pela Copa do Brasil (a partir da semana que vem).

- É importante rodar o elenco, colocar jogadores que tinham menos minutos em campo e estavam descansados. A rotina é forte. Mandar jogadores mais descansados a campo fez a diferença para a gente conseguir a vitória - completou Roger.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade