9 eventos ao vivo

Nove meses: L! conta os bastidores da renovação de Diego Pituca no Santos

Demora para acertar o novo acordo até 2023 durou nove meses por conta dos vazamentos de informações no processo da negociação. Veja o que o L! sabe:

5 mai 2019
11h02
atualizado às 11h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Desde o início da negociação pela renovação no Santos o volante Diego Pituca afirmou que gostaria de ser mantido no Peixe. E demorou aproximadamente nove meses para o acordo ser assinado e seu vínculo prolongado até abril de 2023. Por que? O LANCE! te explica.

Pituca renovou o contrato até abril de 2023 (Foto: Ivan Storti)
Pituca renovou o contrato até abril de 2023 (Foto: Ivan Storti)
Foto: Lance!

A reportagem apurou que um dos principais empecilhos para o negócio avançar foi o vazamento de informações durante a negociação. Acontecia da seguinte forma: o presidente José Carlos Peres era procurado pela imprensa e o dirigente contava sua versão do negócio. Na sequência, o empresário de Pituca, Adalberto Almeida, procurado por jornalistas, defendia seu acordo. Com a exposição, a dupla se desentendeu, gerou mal estar e não chegou a um denominador comum.

Tanto que em fevereiro deste ano Adalberto deu entrevista decretando que camisa 21 não renovaria mais com o Santos. Justamente por conta do impasse e dificuldade para conversar com Peres sem que os moldes contratuais vazassem na imprensa.

Outro fator que ajudou a levar a negociação a nove meses foi "os sumiços" de Peres. O presidente é normalmente muito requisitado no clube e atuou forte no mercado nos últimos meses para reforçar o time. Isso fez Peres adiar a definição, alterar o acordo, os valores e marcar e desmarcar reuniões.

Adalberto Almeida, explicou que foi necessário um termo de confidencialidade para que ambas as partes não pudessem falar da renovação com quaisquer outros envolvidos além de: Peres, Diego Pituca e Adalberto.

"A gente tentou outras vezes e não deu certo. Tivemos que firmar um termo de confidencialidade entre mim, Pituca e Peres, para que a situação se resolvesse. As coisas não evoluíam de outro jeito. Tive que abafar o caso com a imprensa para tentar finalizar de vez isso. Graças a Deus deu certo!", disse ao L!.

Entretanto, o cartola crê que a situação não prejudicou a negociação em nenhum momento e elogiou o posicionamento do jogador de 26 anos ao longo do processo de renovação, exaltando seu "caráter irrepreensível".
"Demorou por divergências naturais em uma negociação e que foram solucionadas uma a uma durante estes meses. Não houve prejuízo em ambas as partes. O importante é que Pituca continua conosco por mais quatro temporadas. Vale ressaltar o excepcional caráter e profissionalismo de Diego Pituca, que mesmo diante da difícil negociação se manteve sereno, correto e trabalhador. De caráter irrepreensível, mantendo-se firme em relação ao seu brilhante futebol! O Santos está muito feliz!", afirmou Peres em contato com o L!

Até o técnico Jorge Sampaoli teve dedo na renovação de Pituca. O jogador revelou na última semana que assim que chegou ao Santos o argentino o chamou para conversar sobre seu contrato e prometeu ajudá-lo.

Ufa! Foram nove meses de negociação, mas Diego Pituca é do Santos até abril de 2023. A multa rescisória para o mercado interno será de R$ 50 milhões, enquanto para o externo, 50 milhões de euros (em torno de R$ 221 mi).

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade