PUBLICIDADE

Nos pênaltis, Bahia elimina Fortaleza e encara o Ceará na final da Copa do Nordeste

Após igualdade sem gols na etapa normal, o Esquadrão de Aço levou a melhor nos pênaltis por 4 a 2 e repete final de 2020 contra o Vozão

24 abr 2021 22h46
| atualizado às 23h34
ver comentários
Publicidade

O Bahia está na final da Copa do Nordeste de 2021. Após o empate por 0 a 0 no tempo normal, as equipes decidiram a vaga para a decisão nos pênaltis. Melhor para o Tricolor, que contou com o brilho do goleiro Matheus Teixeira e garantiu a reedição da final de 2020 contra o Ceará.

Bahia eliminou o Fortaleza e avançou à final da Copa do Nordeste (Rafael Macedo/Bahia)
Bahia eliminou o Fortaleza e avançou à final da Copa do Nordeste (Rafael Macedo/Bahia)
Foto: Lance!

Durante os 90 minutos, o jogo foi muito brigado e sem grandes chances de gol pelas equipes, que priorizaram a marcação e a saída em roubadas de bola no meio campo, principalmente com Rossi (que perdeu ao menos três oportunidades) pelo Bahia e David pelo Fortaleza.

Primeiro tempo

A definição da segunda vaga na decisão da Copa do Nordeste começou quente e por pouco não saiu um gol de placa na Arena Castelão. Aos 6 minutos, Wellington Paulista viu o goleiro Matheus Teixeira adiantado e chutou do meio campo. A bola passou tirando tinta da trave direita da meta baiana. O Fortaleza chegou novamente em mais um lance plástico de Wellington Paulista, desta vez aos 14 minutos. O atacante dominou na entrada da área e fez duas embaixadinhas, mas isolou a bola na finalização.

A primeira chegada com perigo do Bahia veio somente aos 37 minutos. Rossi recebeu em velocidade pela direita, mas o chute cruzado saiu mascado e sem força e direção. O final do primeiro tempo foi de um jogador: Rossi. Em jogada pela esquerda, a bola cruzou a área do Fortaleza e chegou no atacante do Bahia. O camisa 7 do Esquadrão de Aço dominou e chutou com força. A bola explodiu na trave de Felipe Alves.

Aos 44 minutos novamente Rossi perdeu uma chance muito boa para os baianos. Em cruzamento pela esquerda, o goleiro Felipe Alves saiu mal do gol e a bola sobrou para o atacante, que chutou por cima da meta do Leão do Pici.

Segundo tempo:

A primeira boa chance da etapa final saiu aos 12 minutos e foi do Bahia. Em boa troca de passes, Rodriguinho achou Thaciano livre na entrada da área, que chutou rasteiro próximo da trave direita de Felipe Alves. A resposta do Leão do Pici veio aos 22 minutos. Em cobrança de falta de média distância, Ederson chutou forte rasteiro, mas a bola passou ao lado direito da meta do goleiro Matheus Teixeira.

O Esquadrão de Aço teve mais uma chance com Rossi na decisão. Em jogada pela direita - aos 25 minutos - a bola sobrou para o atacante, que chutou forte, mas a bola saiu à esquerda de Felipe Alves. O Bahia chegou com perigo novamente aos 31 minutos. Quintero recuou mal para Felipe Alves, que escorregou na hora de isolar a bola. Na sobra, Óscar Ruíz chutou sem direção e longe do gol.

Pênaltis:

O Bahia iniciou a decisão com o experiente atacante Gilberto batendo o pênalti. O artilheiro deslocou Felipe Alves e chapou no canto para fazer 1 a 0 para os visitantes. O Fortaleza iniciou os pênaltis com o lateral Bruno Melo, que chutou cruzado e parou no goleiro Matheus Teixeira. Matheus Galdezani fez o segundo do Bahia. Felipe Alves até acertou o canto, mas não chegou na bola.

O Leão do Pici abriu seu placar na segunda batida. Lucas Crispim chutou rasteiro - muito semelhante ao batido por Galdezani - e não deu chances ao goleiro do Bahia. Rodriguinho foi o responsável pelo terceiro pênalti do Bahia e não teve trabalho para deslocar Felipe Alves e fazer 3 a 1 para os visitantes. Na terceira cobrança dos cearenses, Ederson manteve a equipe viva. Chutou forte e sem chances para o goleiro Matheus Teixeira.

Mais vivo do que nunca, Felipe Alves voou no canto esquerdo e defendeu o chute de Juninho Capixaba. A estrela do goleiro reserva do Bahia brilhou novamente nos pênaltis. Matheus Teixeira foi no canto esquerdo e pegou a batida de Robson, a última do Fortaleza na série.

A decisão da vaga para a final ficou por conta do zagueiro argentino Conti. O defensor não teve vergonha e soltou uma bomba no meio do gol e garantiu o Bahia na final da Copa do Nordeste.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 (2) X (4) 0 BAHIA

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)

Data-Horário: 24/04/2021 - 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Auxiliares: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Carlinhos, Tinga (FOR); Thaciano, Nino Paraíba, Jonas (BAH)

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Marcelo Benevenuto e Carlinhos (Bruno Melo, aos 0'/2ºT); Éderson, Matheus Jussa e Gustavo Blanco (Matheus Vargas, aos 14'/2ºT); Robson, David (Lucas Crispim, aos 43'/2ºT) e Wellington Paulista (Romarinho, aos 26'/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba, aos 36'/2ºT); Patrick de Lucca (Jonas, aos 36'/2ºT), Daniel (Matheus Galdezani, aos 19'/2ºT) e Thaciano (Lucas Araújo, aos 29'/2ºT); Rodriguinho, Rossi (Óscar Ruíz, aos 28'/2ºT) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Lance!
Publicidade
Publicidade