2 eventos ao vivo

Mesmo com vantagem, Jesus prega cautela: 'Nada está conquistado'

Técnico do Fla ressaltou que já perdeu campeonatos mesmo estando cinco pontos na frente do adversário. Português também elogiou atuação de Vitinho, decisivo nesta quinta

10 out 2019
23h03
atualizado às 23h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, o Flamengo chegou a 55 pontos e abriu oito de vantagem sobre o Santos, vice-líder do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico Jorge Jesus ainda prega cautela com a situação do Rubro-Negro na competição, pensando lá na frente.

Jesus à beira do campo no duelo contra o Galo, no Maracanã. O Flamengo segue voando (Marcelo Cortes / Flamengo)
Jesus à beira do campo no duelo contra o Galo, no Maracanã. O Flamengo segue voando (Marcelo Cortes / Flamengo)
Foto: Lance!

TABELA
> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

- Temos um objetivo no campeonato, que é chegar na última rodada em primeiro. Desde que chegamos aqui essa foi a ideia. Recuperar e manter a primeira posição. Vamos fazer de tudo para manter. Nada está conquistado. Já ganhei campeonatos a cinco pontos de diferença. E já perdi campeonatos estando a cinco pontos de diferença. Futebol não é uma ciência exata - disse Jorge Jesus, em entrevista coletiva após a partida, antes de completar sobre os problemas com lesões no elenco:

- Mas o que mais me incomoda é sempre o Flamengo no sentido de lesões e de estar em duas frentes. Não há reservas. O que me preocupa é isso, o que aconteceu com o Filipe Luís e com o Arrascaeta, são duas lesões prolongadas e acredito muito no nosso departamento médico. Espero que as recuperações possam sem mais rápidas e isso que faz a diferença.

O técnico português também falou sobre Vitinho, grande estrela do jogo, com um gol e duas assistências. O atacante chegou a ser vaiado durante a partida, mesmo com a boa atuação, mas acabou saindo aplaudido.

- No Flamengo, você vai conviver com a pressão. Esse é um dado importantíssimo. Nem todos têm a mesma capacidade emocional. O Vitinho foi determinante não só pela assistência ou gol. É um jogador que tem dificuldade de conviver com determinada situação. Por isso, é importante a ovação que ele recebeu. Foi importante a ovação que os torcedores deram ao Vitinho quando foi substituído - disse Jesus.O Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 16h, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade