1 evento ao vivo

Meio-campo seguro, ataque sem brilho: Flu sofre, mas triunfo contra o Corinthians é de ouro

Tricolor não tem atuação convincente, mas consegue vitória importante na luta contra o rebaixamento. Time deixa o Z4 e terá semana de trabalho mais tranquila.

15 set 2019
19h02
atualizado às 19h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A importante vitória do Fluminense contra o Corinthians por 1 a 0, neste domingo, no Mané Garrincha, em Brasília, evitou um fim de primeiro turno ainda mais alarmante, com a saída da zona de rebaixamento. O Tricolor ocupa agora o 16º lugar, com os mesmos 18 pontos do Cruzeiro. A diferença é que leva vantagem no número de vitórias, o primeiro critério de desempate (cinco contra quatro). De qualquer forma, a atuação não foi convincente, mas o triunfo tem que ser comemorado em dobro.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

GANSO NA POSIÇÃO DE ORIGEM

Flu venceu o Corinthians em Brasília por 1 a 0 (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Flu venceu o Corinthians em Brasília por 1 a 0 (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

Ganso marcou o gol da vitória do Fluminense contra o Corinthians (Lucas Merçon/Fluminense)

Ganso chegou ao Fluminense com a expectativa de jogar como um organizador de jogadas, mais recuado. Assim foi com Fernando Diniz, em uma escalação que tinha Daniel como "motorzinho" e Allan à frente da defesa. Para enfrentar o Corinthians, Oswaldo de Oliveira testou dois volantes protegendo o maestro: com Yuri e Allan, Ganso teve mais liberdade e atuou na sua posição de origem, como camisa 10. Assim sendo, com o meia próximo da área adversária, o Tricolor tem uma peça de perigo para criar aos atacantes.

ATAQUE SEM BRILHO

Nenê não teve boa atuação neste domingo (AFP)

Se o meio-campo foi um fator preponderante nos três pontos, o mesmo não se pode dizer do ataque. O trio formado por Nenê, Yoni e João Pedro quase não levou perigo à meta de Cássio. João Pedro ainda foi o que mais tentou, mesmo que sem sucesso. Nenê abusou das firulas, enquanto que Yoni errou em demasia. Faltou mais velocidade, até para explorar melhor os contra-ataques.

SUFOCO NA BOLA AÉREA DEFENSIVA

Defesa tricolor sofreu nas bolas paradas contra o Corinthians (Lucas Merçon/Fluminense)

O Corinthians levou muito perigo pelo alto, sobretudo nas bolas paradas. Qualquer bola levantada na área defensiva tricolor era um Deus nos acuda. Um pouco mais de capricho do lado corinthiano e a vitória poderia escapar. Um defeito crônico da equipe, que já vez desde o período de Fernando Diniz.

SEMANA MAIS TRANQUILA

Oswaldo terá mais tranquilidade para trabalhar durante a semana (LC Moreira/Lancepress!)

Com a saída da zona de rebaixamento, o Fluminense terá uma semana de trabalho mais tranquila. Oswaldo, que viveu dias críticos depois da passividade dos seus jogadores na derrota por 3 a 0 para o Palmeiras no meio da última semana, pode preparar o elenco com mais confortabilidade para enfrentar o Goiás. O duelo, inclusive, será chave para o Tricolor criar uma pequena gordura na luta contra o descenso, no próximo domingo, no Serra Dourada, às 19h.

CALENDÁRIO COMPLICADO

Fluminense terá sequência complicada no Brasileirão (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

Apesar da vitória, a atuação do Fluminense não foi lá convincente. E o calendário prevê dificuldade nas rodadas iniciais do returno. Em sequência, depois do Goiás, o Tricolor enfrenta o Santos (casa), Grêmio (casa), Botafogo (fora), Cruzeiro (fora), Bahia (casa), Athletico-PR (casa) e Flamengo ("fora"). Oswaldo terá que corrigir (ou ao menos minimizar) os defeitos da equipe para essa árdua sequência.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade