0
Logo do Flamengo
Foto: terra

Flamengo

Liderança, testes e queda: a passagem de Barbieri pelo Flamengo

Treinador de 36 anos virou sensação antes da Copa do Mundo, com o Flamengo liderando o Brasileirão, mas eliminações e rendimento ruim após o Mundial causaram a sua demissão

28 set 2018
13h45
atualizado às 13h45
  • separator
  • comentários

Contratado em janeiro para ser auxiliar da comissão técnica, Maurício Barbieri foi alçado ao cargo de treinador principal do Flamengo em março, substituindo Paulo César Carpegiani após a derrota para o Botafogo na semifinal do Carioca. Os nove meses no comando da equipe foram marcados por altos e baixos. A reportagem do LANCE! fez um balanço sobre a passagem de Barbieri no clube.

MÉTODOS APROVADOS POR ELENCO E DIRETORIA

A eliminação no Estadual deu ao Flamengo duas semanas de treinos antes da estreia no Brasileirão. Como a direção não encontrou no mercado substituto para Carpegiani, Maurício Barbieri foi ficando como interino e, internamente, ganhou o apoio do elenco. A metodologia de treinos, considerada "moderna", foi publicamente elogiada pelos principais líderes e por Carlos Noval, que havia recém-assumido o cargo de diretor de futebol no lugar de Rodrigo Caetano.

COM VINI JR, ESQUEMA ENCAIXA E GAROTOS CRESCEM

Com o endosso do grupo, Barbieri fez mudanças importantes na escalação do Flamengo em relação a Carpegiani. A principal foi a efetivação de Vinícius Júnior como titular. Até então, o garoto vinha sendo mais acionado na segunda etapa das partidas em 2018. Cuéllar, também, recuperou a vaga e iniciou sua melhor fase pelo Rubro-Negro,

Com a base formada por Diego Alves, Rodinei, Réver, Cuéllar, Diego, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro, Vinícius Júnior e Henrique Dourado, o Flamengo passou a apresentar bom futebol e obter resultados. Classificação para as oitavas de final da Libertadores, para as quartas de final da Copa do Brasil e, antes da pausa para o Mundial da Rússia, liderança do Campeonato Brasileiro.

Quando foi preciso, Barbieri encontrou alternativas para ausências utilizando jovens, como Léo Duarte, Lincoln, Jean Lucas e Felipe Vizeu sendo importantes.

Cria da Gávea e aos 21 anos, o zagueiro Léo Duarte, por exemplo, firmou-se como titular, deixando nomes experientes como Rhodolfo e Juan no banco.

Maurício Barbieri deixa o Flamengo após nove meses no comando do time (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Maurício Barbieri deixa o Flamengo após nove meses no comando do time (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Foto: Lance!

PAUSA PARA A COPA: BARBIERI É EFETIVADO E TIME NÃO VOLTA BEM

Durante o Mundial,a direção efetivou Maurício Barbieri, reajustando o salário e dando um novo contrato ao treinador. Porém, as coisas deixaram de dar certo. No Brasileiro, os adversários encontraram uma maneira de tornar a posse de bola da equipe ineficiente e o time perdeu a liderança. A eliminação na Copa Libertadores foi diante do Cruzeiro, com uma derrota dura no Maracanã - a vitória no Mineirão, por 1 a 0, no jogo de volta, não foi suficiente. A queda na semi da Copa do Brasil, contra o Corinthians, tornou a situação insustentável.

RODÍZIO: ATAQUE INCONSISTENTE E INEFICIENTE

A saída de Vinícius Júnior para o Real Madrid, em junho, ajuda a explicar a queda de rendimento do Flamengo no segundo semestre. Sem o garoto, Barbieri rodou o elenco atrás de um nome para atuar naquela função - Geuvânio, Marlos, Matheus Savio, Diego, Paquetá, Uribe, Vitinho... -, mas ninguém correspondeu e/ou tomou conta da posição. Desta forma, o time tornou-se previsível, sem improviso e capacidade para furar as retrancas.

A "camisa 9" também tornou-se um problema. Guerrero foi embora e Uribe chegou para disputar vaga com Henrique Dourado. Vitinho, reforço de maior investimento da história do clube, e Lincoln também foram testados na função. Após a Copa, os quatro atacantes somam apenas quatro gols - um de cada.

NÚMEROS DE MAURÍCIO BARBIERI NO FLAMENGO

39 Jogos
19 Vitórias
12 Empates
8 Derrotas

- Eliminado nas oitavas de final da Libertadores
- Eliminado na semifinal da Copa do Brasil
- Deixa a equipe na quarta posição do Brasileiro

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade