1 evento ao vivo

Ídolo do Botafogo, Rodolfo Fischer morre aos 76 anos

Rodolfo "El Lobo" Fischer foi o estrangeiro que mais vestiu a camisa do Glorioso, com 180 partidas de 1972 a 1976

16 out 2020
15h05
atualizado às 15h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ex-atacante argentino Rodolfo Fischer morreu nesta sexta-feira, aos 76 anos. Ídolo do Botafogo, o ex-jogador marcou história ao ser o estrangeiro que mais vestiu a camisa do Botafogo, com 180 partidas de 1972 a 1976. Ele também defendeu e teve uma carreira marcante no San Lorenzo, da Argentina.

Rodolfo "El Lobo" Fischer defendeu o Glorioso por cinco temporadas:de 1972 a 1976 (Foto: Reprodução/Twitter oficial do Botafogo)
Rodolfo "El Lobo" Fischer defendeu o Glorioso por cinco temporadas:de 1972 a 1976 (Foto: Reprodução/Twitter oficial do Botafogo)
Foto: LANCE!

Artilheiro, Rodolfo "El Lobo" Fischer defendeu o Glorioso por cinco temporadas e criou identificação com o clube. Depois dele, os estrangeiros que mais defenderam a camisa alvinegra foi brasileiro naturalizado italiano Dino da Costa, com 176 jogos e o também argentino Joel Carli com 153.

Revelado pelo San Lorenzo, da Argentina, Fischer marcou o seu nome na história do clube argentino com duas passagens: de 1965 a 1972 e de 1977 a 1978. Entre eles, ele veio jogar no Brasil pelo Botafogo e teve uma rápida passagem pelo Vitória em 1976. Além disso, antes de pendurar as chuteiras, o atacante passou por Once Caldas, da Colômbia, e pelo Sarmiento de Junín e Belgrano, ambos da Argentina.

Com a camisa do San Lorenzo, ele conquistou o Campeonato Argentino de 1968 de maneira invicta e participou de um elenco que ficou conhecido como "Los Matadores", sendo artilheiro da competição. "El Lobo" também foi artilheiro da elite do futebol argentino em 1969, disputou 272 partidas e marcou 141 gols pelo clube.

Já pelo Botafogo, o atacante esteve presente em um dos duelos mais marcantes contra o Flamengo, em 15 de novembro de 1972, quando o Alvinegro aplicou uma goleada histórica de 6 a 0 no rival. No jogo, ele marcou dois gols e Jairzinho, furacão da Copa de 70, estufou a rede em três oportunidade, com direito a um gol de letra.

Por fim, pela seleção argentina, Rodolfo "El Lobo" Fischer marcou 12 gols em 35 partidas entre 1965 e 1972.

Veja também:

Veja imagens do espetacular novo CT do Liverpool
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade