2 eventos ao vivo

Força do conjunto dinamarquês ou a técnica croata? Quem vai às quartas?

A Croácia, 100% na fase de grupos, é favorita para a esmagadora maioria dos especialistas. Porém, a Dinamarca tem o mais eficaz ferrolho do momento e bons jogadores na frente

30 jun 2018
14h15
atualizado às 17h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, às 15h (de Brasília), o Estádio de Nijny Novgorod receberá Croácia e Dinamarca, que se enfrentam pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Os croatas entram com o favoritismo, já que ostentam o status de ter sido 100% na fase de grupos (a outra que venceu todas foi o Uruguai), além de ter conseguido um dos resultados mais expressivos da fase anterior: 3 a 0 na Argentina, neste mesmo estádio de Novogorod.

A qualidade técnica de Rakitic e Modric precisará prevalecer contra o bom esquema defensivo de uma Dinamarca que não perde há 18 jogos e que levou somente um gol em 2018. o jogo deste domingo em Novgorod promete(AFP)
A qualidade técnica de Rakitic e Modric precisará prevalecer contra o bom esquema defensivo de uma Dinamarca que não perde há 18 jogos e que levou somente um gol em 2018. o jogo deste domingo em Novgorod promete(AFP)
Foto: Lance!

A Dinamarca aparece como franco-atiradora. Foi segunda colocada do Grupo C, com cinco pontos, conquistados com a vitória sobre o Peru e empates com Austrália e o time reserva da França, mas tem fama de ser um ferrolho quase intransponível, a ponto de, em 2018, só ter levado um gol nos sete jogos que fez (quatro amistosos e os três duelos do Grupo C).
Confira abaixo o que esperar desta partida, que terá transmissão da Globo, SporTV e pode ser acompanhada em tempo real no LANCE e na qual o vencedor enfrentará nas quartas, em Sóchi, a Espanha ou a Rússia (que também se enfrentam neste domingo).

Croácia na ponta dos cascos

Não bastasse ser a favorita, a Croácia estará descansada. Afinal, na vitória sobre a Islândia, sete titulares foram poupados (Modric e Perisic começaram e Ratkitic e Lovren entraram no segundo tempo) e o técnico Zlatko Dalic terá força máxima, já que o atacante Rebic não tem mais dores no pé direito e foi liberado pelos médicos. Resta sabe apenas se ele começará ou ficará no banco. Nesta segunda opção, Kramaric faria dupla de frente com Mandzukic.

Como vai jogar a Croácia
Com muita variação ofensiva: o bom toque de bola de Modric e Rakitic; as infiltrações de Perisic pela esquerda, quase como um ponta; e muita bola aérea para o altão Mandzukic no ataque. Já as jogadas por terra dentro da área terão como alvo ou Rebic (aquele que fez o gol na falha do goleiro Caballero no 3 a 0 sobre a Argentina) ou Kramaric.

Qual a chave para a Croácia vencer

Tentar duas apostas distintas. A primeira seria chamar a Dinamarca para seu campo e buscar lançamentos em profundidade para as corridas de Mandzukic, Rebic e Perisic; a outra seria adiantar a marcação para sufocar o rival e, com maior posse de bola, buscar lances individuais de seus principais jogadores de criação.

Qual a arma secreta croata

Perisic. O ala da Inter de Milão atua muito à frente em sua seleção, quase um terceiro atacante, principalmente quando o time está com dois homens de ataque mais enfiados (Kramaric e Mandzukic, por exemplo). Como é alvo certo para as triangulações de Modric e Rakitic, seu poder de definição é alto.

O que disse o treinador croata

Zlatko Daric elogiou muito a Dinamarca e que todos sabem que o duelo será duro diante de uma equipe disciplinada e muito organizada. Para isso ele pede aos seus jogadores, além de toda a doação em campo, nenhuma afobação se o gol demorar a sair.

- A paciência será necessária, não devemos nos desesperar. Com calma, chegaremos ao sucesso. Faremos tudo para que o povo croata se orgulhe e desfrute do futebol da nossa seleção.

Vale lembrar que Zlatko - antigo zagueiro de relativo sucesso no futebol da ex-Iugoslávia - assumiu a seleção num momento de crise. Isso ocorreu após a penúltima rodada da fase de grupos das eliminatórias, em outubro passado. A federação demitiu Ante Cacic e pôs Zlatko. A seleção venceu fora de casa a Ucrânia, assegurando vaga na repescagem e, nesta, eliminou a Grécia, conseguindo a vaga na Copa. Na Rússia, vem mostrando grande futebol.

Como vai jogar a Dinamarca
Embora tenha um esquema fechado na defesa, o time sai em velocidade para o ataque e conta com armas perigosas. O camisa 9 Jorgensen é o mais enfiado no ataque, mas sua função é a de pivô, arrumando a bola para a chegada de quem vem de trás. Normalmente Sisto pela direita, Eriksen (que é o artilheiro da seleção) pelo meio e Poulsen, que flutua muito como segundo atacante, e caindo mais pela direita (embora o seu gol no 1 a 0 sobre o Peru tenha saído pela esquerda).

Qual a chave para a Dinamarca vencer
Encaixar os contra-ataques e contar com a velocidade dos meia-atacantes para auxiliarem o sacrificado pivozão Jorgensen lá na frente. As jogadas de chuveirinho também são perigosas, já que o time tem os jogadores mais altos em campo (Mandzukic e Kjaer) . E, claro, a qualidade técnica diferenciada de Eriksen, principal jogador da seleção e que fez excelente temporada no Tottenham e que manda na seleção, sendo artilheiro dinamarquês nas eliminatórias, com 11 gols e nesta Copa fez belo gol sobre a Austrália.

Qual a a arma secreta dinamarquesa
Olho no camisa 8 Delaney, um dos destaques do Werder Bremen. Ele é um volante que sai bem para o jogo, arriscar chutes de fora da área e aparece nos escanteios como elemento surpresa.

O que disse o técnico dinamarquês
Age Hareide acredita que o jogo pode se delinear para uma prorrogação, mas ele diz que a Dinamarca não ficará preocupada apenas em defender-se:

- Seremos uma seleção diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver, bem mais ofensiva.

Quem apita

Será o argentino Néstor Pitana, que vai para a sua terceira partida. Ele comandou o jogo de estreia, Rússia 5x0 Arábia Saudita e também a vitória sueca sobre os mexicanos na última rodada da fase de grupos. Seus auxiliares serão os também argentinos Hernán Maidana e Juan Pablo Belatti

Para a história

Neste jogo, a Croácia, que já tem a segunda melhor campanha de sua história (atrás do terceiro lugar na França-98, seu primeiro mundial após o fim a ex-Iugoslávia) quer enquanto a Dinamarca tenta alcançar pela segunda vez as quartas de final (conseguiu em 1998, sendo eliminada pelo Brasil).

CROÁCIA X DINAMARCA
• DOMINGO, 15h (horário de Brasília)
Local: Nijny Novgorod Stadium (Nijny Novgorod)
Número de jogos da sede da Copa: 6
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Marvin Torrentera e Miguel Hernandez (MEX)
Onde ver: Globo, Sportv, Fox Sports e tempo real do LANCE!
Histórico em Copas: nunca se enfrentaram

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade