0

Entenda como a Rússia venceu o Egito e ficou muito perto de vaga

Os russos dominaram o segundo tempo e encaminham classificação com vitória por 3 a 1 sobre o Egito. Cheryshev, Dzyuba e Fathi (contra) fizeram os gols russos, Salah descontou

19 jun 2018
17h04
atualizado às 17h28
  • separator
  • comentários

A Rússia superou as expectativas e está muito perto de garantir a classificação antecipada para as oitavas de final da Copa do Mundo Nesta terça-feira, em São Petersburgo, os russos venceram o Egito, por 3 a 1, com gols de Cherishev, Dzyuba e Fathi (contra). Salah, em seu retorno aos gramados, descontou para o Egito, em um pênalti definido pelo árbitro de vídeo. Se a Arábia Saudita não derrotar o Uruguai nesta quarta, os russos estarão assegurados antes da terceira rodada. Mas mesmo que os sauditas vençam, os anfitriões só não avançarão se perderem para o Uruguai, a Arábia passar pelo Egito e os dois rivais conseguirem tirar a diferença de saldo, que hoje é enorme.

Revelação russa

Golovin já havia feito uma grande partida de estreia, com um gol e duas assistências. Contra o Egito, ele foi, de novo, o destaque no meio campo russo, sempre incomodando a zaga egípcia quando estava no ataque e recompondo bem o meio campo no setor defensivo. As jogadas começavam com o meia, que apresentou boa movimentação e cumpriu bem sua função de ligar o meio com o ataque.

Gol contra decisivo

A Rússia abusou de bolas alçadas na área, por conta da boa marcação do Egito e a dificuldade de construir as jogadas. Foi dessa forma que os mandantes construiram seu primeiro gol. Na sobra de um cruzamento, Zobnin chutou para o gol e Fathi se precipitou no corte e jogou para o fundo de suas próprias redes.

Experiência russa

A defesa russa fez uma boa partida e teve o seu maior expoente no lateral-esquerdo Zirkhov. Com 34 anos e uma passagem pelo Chelsea na bagagem, ele jogou pelo lado de Salah e teve bom desempenho, com boa marcação e desarmes eficientes.

Aumentou a confiança

Após o gol, a Rússia mostrou confiança e passou a controlar o jogo. Cheryshev ganhou a confiança do treinador após a boa partida de estreia, na qual marcou dois gols. O Egito ainda não tinha se recuperado do tento sofrido e em boa jogada de Mario Fernandes, Cheryshev completou para o fundo da rede para marcar o seu terceiro gol na competição.

Destaque para Elneny

O Egito soube explorar bem o meio de campo. Com marcação forte e boa recomposição, o estilo de jogo, focado no contra-ataque e na velocidade dos pontas, precisa demonstrar solidez no meio. Apesar da derrota, Elneny, assim como na primeira partida de estreia, contra o Uruguai, ditou o ritmo da equipe e foi peça fundamental no esquema de Héctor Cúper.

Estrela de Dzyuba

Além de Cheryshev, no lugar do lesionado Dzagoev, o técnico russo Stanislav Tchertchesov optou pela entrada de Dzyuba ao invés de Smolov. Com 1,96m, o atacante exibiu boa presença de area e soube fazer bem o papel de pivô. Foi assim que o atacante fez o terceiro gol da Rússia. Após lançamento vindo da zaga. Dzyuba dominou no peito com precisão e tirou do goleiro El Sehnawy.

Salah

A entrada de Salah deu ao Egito uma qualidade técnica que faltou na partida contra o Uruguai. A confiança da equipe aumentou por conta da presença de seu princiapl jogador. O craque do Liverpool jogou aberto na direita, enfiado na zaga russa e teve dificuldades de participar, mais efetivamente, da partida. Apesar da eliminação e da frustração da derrota, Salah fez o seu primeiro gol em Copas do Mundo. O juiz marcou falta fora da área, mas o árbitro de vídeo corrigiu e o pênalti foi marcado. O craque bateu com firmeza e fez o único gol do Egito até agora no torneio.

Próxima rodada
A última rodada do Grupo A será no dia 25, segunda, às 11h. Em Samara, o Uruguai enfrenta a Rússia, enquanto a Arábia Saudita irá duelar com o Egito, em Volgogrado.

RÚSSIA 3 X 1 EGITO
Local
: Arena Zenit (São Petersburgo)
Data-Hora: 19/06/2018 - 15h (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Auxiliares: Eduardo Cardozo e Juan Zorrilla (PAR)
Público: 64.468
Cartões amarelo: Smolov (RUS); Trézéguet (EGI)
Cartões vermelho: -
Gols: Fathi (contra, aos 2'2ºT), Cheryshev (aos 14'/2ºT) e Dzyuba (aos 17'/2ºT) (RUS); Salah (aos 28'/2ºT) (EGI)

Rússia: Akinfeev; Mário Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zirkhov (Kudryashov, 40'/2ºT); Gazinskiy, Zobnin, Golovin e Samedov; Dzuba (Smolov, 33'/2ºT) e Cheryshev (Kuzyaev, aos 28'/2ºT). Técnico: Stanislav Cherchesov

Egito: El Sehnawy; Fathi, Hegazy, Gabr e Abdel-Shafi; Hamed, Elneny (Warda, aos 18'/2ºT), Abdalla e Trezeguet (Sobhi, aos 22'/2ºT); Salah e Monsen (Kharaba, 38'/2ºT). Técnico: Héctor Cúper

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade