4 eventos ao vivo

Em reviravolta incrível, Poirier nocauteia McGregor

Na luta principal do UFC 257, realizado neste sábado (23), Conor McGregor é superior no início, mas Dustin Poirier protagoniza reviravolta impressionante no segundo round e nocauteia o irlandês após sequência espetacular de golpes

24 jan 2021
03h22
atualizado às 09h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ultimate encerrou sua mais recente temporada na 'ilha da luta', em Abu Dhabi (EAU), em grande estilo. O UFC 257, neste sábado (23), marcou o retorno de Conor McGregor à organização após um ano, mas quem roubou a cena foi seu adversário na luta principal da edição, Dustin Poirier. Em duelo que ficou marcado por uma grande reviravolta, o americano chocou o mundo do MMA ao nocautear o irlandês no segundo round, após uma sequência de golpes espetacular.

Dustin Poirier nocauteou Conor McGregor na luta principal do UFC 257 (Foto: Reprodução/Combate)
Dustin Poirier nocauteou Conor McGregor na luta principal do UFC 257 (Foto: Reprodução/Combate)
Foto: LANCE!

No co-main event da noite, Michael Chandler teve uma estreia 'perfeita' na organização. Ex-detentor do cinturão peso-leve do Bellator, o americano deu show contra Dan Hooker e, ainda no primeiro round, nocauteou o neozelandês, já colocando seu nome entre os top's da divisão até 70kg no Ultimate.

Ao todo, três brasileiros entraram em ação em ação. No card principal, Marina Rodriguez e Amanda Ribas mediram forças e quem levou a melhor foi Marina, vencedora por nocaute no segundo round. Já no card preliminar, após passar o ano de 2020 sem lutar, Antônio Cara de Sapato retornou, mas acabou sendo superado por Brad Tavares na decisão unânime e segue em situação difícil dentro da companhia.

Poirier nocauteia McGregor e choca o mundo do MMA

Como já era esperado, Conor McGregor e Dustin Poirier começaram o embate em alto ritmo. O americano, no entanto, foi estratégico e derrubou o irlandês, que conseguiu levantar rapidamente. Com a luta de volta em pé, os dois lutadores passaram a pressionar um ao outro contra a grade, com destaque para as 'ombradas' de 'Notorious'. Nos últimos segundos, com a luta de volta na trocação franca, Conor aplicou bons golpes na média distância e levou vantagem no primeiro round.

Os famosos socos de esquerda do ex-campeão duplo do UFC seguiram como tônica do confronto no início do segundo assalto, mas McGregor não contava com uma reviravolta impressionante de Dustin. 'The Diamond' aumentou o ritmo, aproveitando-se de um breve momento de 'relaxamento' do adversário, se aproximou de McGregor e encaixou uma ótima sequência de golpes, uma delas de esquerda, que balançou Conor. Poirier, sentindo que a vitória estava próxima, seguiu com seus socos e um último, de direita, derrubou o astro irlandês e levou o árbitro Herb Dean a interromper a luta. Foi a segunda vitória seguida de Dustin Poirier, enquanto Conor McGregor sofreu o primeiro nocaute em sua carreira no MMA.

Chandler estreia no UFC com bela vitória por nocaute

Desde os primeiros segundos de luta, Michael Chandler mostrou qual seria sua estratégia: encurtar a distância para tentar golpear Dan Hooker. Após alguns minutos, o ex-campeão peso-leve do Bellator, enfim, tomou a iniciativa e, ao partir pra cima do neozelandês, conseguiu um bom golpe de esquerda, que levou Hooker ao chão. Chandler, então, disparou uma sequência de socos, que levou o árbitro central a interromper o confronto, decretando o americano vencedor por nocaute no primeiro round. Belo cartão de visitas de Michael Chandler em sua chegada ao UFC.

Marina Rodriguez nocauteia Amanda Ribas e se recupera na organização

Depois de um começo estudado na luta em pé, Amanda Ribas se aproximou e, com muita técnica, conseguiu a queda sobre Marina Rodriguez. Por cima, Amanda conseguiu alguns golpes no ground and pound, apesar da boa movimentação de Marina por baixo, e foi claramente superior no primeiro round.

No segundo assalto, Marina partiu para cima na trocação e, logo nos primeiros segundos, encurtou a distância e conectou uma sequência de golpes de direita, que balançou Ribas. Indeciso, o árbitro Herd Dean deu a entender que interromperia o combate, o que levou Marina Rodriguez até mesmo a comemorar. No entanto, o duelo seguiu e Marina precisou de apenas mais alguns golpes para o árbitro, enfim, interromper, decretando a gaúcha vencedora. Com o resultado, a gaúcha se recupera da derrota para Carla Esparza e volta a vencer no UFC, enquanto Amanda sofre seu primeiro revés na organização após quatro triunfos em sequência.

'Cara de Sapato' amarga terceira derrota seguida

Após um começo de luta equilibrado na trocação, Antônio 'Cara de Sapato' foi o primeiro a tomar uma ação mais efetiva ao tentar a queda, que foi bem defendida por Brad Tavares em duas oportunidades. No segundo round, o brasileiro seguiu buscando a luta de solo, mas o havaiano se mostrou seguro e manteve a luta em pé, onde tinha vantagem. Na reta final da parcial, o paraibano foi a knockdown ao receber um duro golpe de direita.

Tavares seguiu claramente superior na luta em pé no terceiro e último assalto, aplicando bons chutes baixos e golpes precisos na média distância. Cara de Sapato continuou tentando levar o havaiano para o chão, mas Brad seguiu com a defesa de quedas em dia e, com o fim da luta, saiu vencedor por decisão unânime, recuperando-se das duas derrotas sofridas na organização. Já o brasileiro amarga seu terceiro revés consecutivo.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 257

Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)

Sábado, 23 de janeiro de 2021

Card principal

Dustin Poirier derrotou Conor McGregor por nocaute no 2R

Michael Chandler derrotou Dan Hooker por nocaute técnico no 1R

Joanne Calderwood derrotou Jessica Eye por decisão unânime dos jurados

Makhmud Muradov derrotou Andrew Sanchez por nocaute técnico no 3R

Marina Rodriguez derrotou Amanda Ribas por nocaute técnico no 2R

Card preliminar

Arman Tsarukyan derrotou Matt Frevola por decisão unânime dos jurados

Brad Tavares derrotou Antônio Cara de Sapato por decisão unânime dos jurados

Julianna Peña finalizou Sara McMann com um mata-leão no 3R

Marcin Prachnio derrotou Khalil Rountree por decisão unânime dos jurados

Movsar Evloev derrotou Nik Lentz por decisão dividida dos jurados

Amir Albazi derrotou Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime dos jurados

Veja também:

Penapolense, Audax, Talleres… Relembre os vexames recentes do São Paulo em memes
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade