0

Em retomada, Verdão enfrenta único dos últimos colocados que não venceu

No primeiro turno, usando um time quase inteiramente formado por reservas, Palmeiras empatou diante do CSA, em Alagoas, ainda com Felipão; jogo nesta quinta é no Pacaembu

25 set 2019
08h02
atualizado às 08h38
  • separator
  • 0
  • comentários

No domingo, após vencer o Fortaleza por 1 a 0, Mano Menezes destacou que somar o máximo de pontos possíveis contra quem está na parte de baixo da tabela faz a diferença na briga por título em pontos corridos. Nesta quinta-feira, o Palmeiras recebe no Pacaembu o único dos últimos cinco colocados que não derrotou até agora no Campeonato Brasileiro: o CSA, no Pacaembu.

Com reservas como Carlos Eduardo, Palmeiras ficou no 1 a 1 diante do CSA, em maio (Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Com reservas como Carlos Eduardo, Palmeiras ficou no 1 a 1 diante do CSA, em maio (Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Foto: Lance!

O Verdão acumula 100% de aproveitamento diante das quatro equipes que estão na zona de rebaixamento. No Allianz Parque, já sob o comando do substituto de Luiz Felipe Scolari, bateu o Fluminense (17º colocado), por 3 a 0, e Cruzeiro (18º colocado), por 1 a 0. Com Felipão, também dentro de casa, fez 2 a 0 diante do Avaí (penúltimo colocado) e, como visitante, aplicou 2 a 1 sobre a Chapecoense (última colocada), em Santa Catarina.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui
O CSA figura na 16ª posição, a primeira acima da zona de rebaixamento, com um ponto de distância. Deixou a faixa de descenso na última rodada, tendo a luta contra a volta à Série B como sua meta na competição. Mas, ainda assim, foi o único time que tirou ponto do atual campeão brasileiro antes da paralisação do torneio por conta da Copa América.

No dia 1º de maio, pela segunda rodada, Scolari escalou um time quase inteiramente formado por reservas para atuar em Maceió (AL), mantendo sua ideia de promover rodízio dentro do elenco para preservar os principais jogadores. O único costumeiramente titular da épouca que atuou foi Deyverson. A maioria dos outros sequer viajou para o Nordeste. Ficou no 1 a 1.

O Verdão entrou em campo com: Jailson; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Vitor Luis; Thiago Santos, Moisés, Lucas Lima, Hyoran e Raphael Veiga; Deyverson. Raphael Veiga abriu o placar, aos oito minutos de jogo, e Matheus Sávio igualou aos 17 da etapa final. No segundo tempo, Carlos Eduardo substituiu Veiga, aos 16, Felipe Pires entrou na vaga de Hyoran, aos 32, e Matheus Fernandes estreou pelo clube, no lugar de Moisés, aos 36.

Aquela partida teve como diferencial o fato de não ter transmissão de imagens ao vivo, já que o Palmeiras ainda não tinha acertado contrato com o Grupo Globo. Isso ocorreu somente outra vez, na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, duas rodadas depois, em Belo Horizonte (MG).

Nesta quinta-feira, às 19h15, o Verdão não pode perder mais pontos diante do CSA para seguir na caça ao Flamengo, líder com três pontos de distância. A partida ocorrerá no Pacaembu porque o Allianz Parque receberá show da banda norte-americana Bon Jovi na véspera.

O Palmeiras vem de quatro vitórias consecutivas, todas sob o comando de Mano Menezes. Derrotou Goiás (2 a 1, em Goiânia), Fluminense (3 a 0, no Allianz Parque), Cruzeiro (1 a 0, no Allianz Parque) e Fortaleza (1 a 0, no Ceará), todos adversários da metade debaixo da tabela, assim como o CSA. Depois do compromisso desta quinta-feira, encara o Inter, quarto colocado, no domingo, em Porto Alegre.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade