3 eventos ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Em programa, Tite fala sobre convocação de mais jovens e posicionamento de Neymar

Técnico da Seleção Brasileira participou do 'Bem, Amigos!' na noite desta segunda-feira

21 set 2020
23h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico Tite, da Seleção Brasileira, foi convidado do programa "Bem, Amigos!", do SporTV, desta segunda-feira. Durante mais de meia hora, o treinador abordou questões táticas, técnicas e critérios adotados na hora de definir os convocados, reforçando argumentos com vídeos selecionados onde explica jogadas e movimentações do Brasil.

Tite e Neymar se cumprimentam durante amistoso do Brasil (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)
Tite e Neymar se cumprimentam durante amistoso do Brasil (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)
Foto: Lance!

Foi assim que Tite afirmou como tem visto Neymar, atualmente, com um maior leque para ser posicionado dentro de campo. Comparando a função do craque no Brasil e no PSG, o treinador revelou ter conversado com o camisa 10 a respeito de qual seria o melhor posicionamento para tirar melhor do rendimento do jogador.

- O Neymar tem alguns posicionamentos diferentes na Seleção em relação ao PSG. No jogo contra o México, pela Copa, ele teve uma liberdade central maior. Com a gente ele joga também de externo pela esquerda, mas as opções são ampliadas. Eu lembro de um jogo contra o RB Leipzig, pelo PSG, que ele jogou de 9, com o Mbappé do lado e o Di María do outro, mais três volantes atrás. Conversei com o Neymar a respeito do posicionamento, o Ricardo (Rosa, preparador físico) também conversou sobre essas situações. Ele disse que em qualquer posição que seria melhor para a Seleção ele faria. Mas, sim, o Neymar ampliou seu leque no PSG - afirmou.

Na última sexta-feira, Tite deu a conhecer a lista dos convocados para os dois primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, contra Bolívia, no dia 9 de outubro, na Neo Química Arena, e contra o Peru, dia 13, em Lima. Para Tite, os selecionados são escolhidos com base no desempenho, e não na idade ou experiência.

- Eu sempre tento me orientar e encontrar argumentos na qualidade dos atletas. Esses atletas que foram convocados agora, digamos assim, sub-23, o Gabriel Menino, o Douglas Menino, Renan Lodi, o Douglas Luiz, o Bruno Guimarães... O Gabriel Jesus e o Richarlison vindo há mais tempo. O Rodrygo vindo naquela fase anterior de amistosos, confirmando-se no seu clube... E é, sim, em cima de qualidade. E, talvez, mais do que falar, os atos podem comprovar, mostrar mais. Eu não tenho nenhuma restrição a jovem. A vinda dos atletas jovens estão calcadas em cima da qualificação, da maturidade, das suas expressões e desempenho - declarou Tite, que também falou sobre a possibilidade de usar as cinco substituições nas Eliminatórias.

- É um dilema (fazer cinco substituições), na medida que você quer ter um pouco de relação na coordenação da equipe e modificações. Porque um dos aspectos que foram levados em consideração na convocação é o momento físico do atleta. Têm atletas que terminaram de forma tardia, que ficaram muito tempo sem retornar. Alguns lesionaram-se e ficaram alijados de disputar uma convocação. Te dou o exemplo do Alex Sandro, do Militão. A sequência de jogos do Arthur. A indefinição do Paquetá. Eles seriam convocados? Não sei. Mas eles estão competindo com os outros atletas. E também ter essa estratégia de deixar o time mais acelerado. O termo da moda é intensidade. Agora existem diversos tipos de intensidade. De deslocamento. De contato físico. Bom, essa intensidade pode ser, sim, em cima de substituições, de uma rotação alta da equipe, que pode ser usada sim.

Veja também:

Saiba o destino dos "Novos Pelés" do futebol
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade