0
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Em ano de destaque, base do Vasco ganha importância em reta final

Nos últimos dois jogos do Campeonato Brasileiro, crias cruz-maltinas se tornam essenciais para o time conseguir surpreender os adversários e faturar vaga para a Libertadores

24 nov 2017
08h02
atualizado às 08h02
  • separator
  • comentários

O 2017 do Vasco foi de destaque para jogadores das categorias de base. Aproveitados no time profissional cada vez mais com maior frequência, Paulinho, Paulo Vitor, Evander, Mateus Vital e companhia estão sendo importantes para a equipe e ganham um papel decisivo nesta reta final de disputa do Campeonato Brasileiro, quando em duas rodadas restantes, o time comandado por Zé Ricardo segue na briga pela classificação para a próxima Conmebol Libertadores.

Garotos da base do Vasco posaram juntos para foto no treino da última quinta. Veja a seguir fotos do jogo
Garotos da base do Vasco posaram juntos para foto no treino da última quinta. Veja a seguir fotos do jogo
Foto: Paulo Fernandes/Vasco. / LANCE!

Desde janeiro isto está sendo observado. Integrado ao profissional em agosto do ano passado, o volante Douglas manteve o alto nível e no meio do ano foi vendido pelo Vasco para o Manchester City, da Inglaterra - está hoje emprestado pelo clube inglês ao Girona, da Espanha. O valor total da negociação chegou a 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 55,7 milhões em cotação da época). Isto já valoriza por si só o bom ano de resultados da base cruz-maltina.

Mas a situação não ficou resumida a Douglas. Nomes que até ano passado não conseguiram uma sequência, se firmaram neste 2017. Um exemplo é o meia Mateus Vital, que figura entre os titulares do Vasco, chegando a em algumas partidas usar a camisa de número 10, até então com Nenê como dono. Soma-se a isto Evander, destaques dos últimos jogos até mesmo improvisado como volante, chegando até a barrar Jean, então dono da posição ao lado de Wellington.

Paulinho e Paulo Vitor são os que surgiram mais recentemente no profissional, mas não por isso com menor importância. A dupla de Paulos já conquistou a torcida do Vasco por meio de suas jogadas que fazem os adversários se perderem em campo. Paulinho já virou, inclusive, nome da equipe titular de Zé Ricardo. Paulo Vitor, em quase toda rodada, tem seu nome gritado pela torcida e vem entrando no decorrer dos jogos, continuando a ajudar nas partes táticas e técnicas pelas vitórias.

Todos estas crias, nas duas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, serão usadas como armas do Vasco para surpreender os adversários - Cruzeiro e Ponte Preta - e conseguir conquistar a classificação para a Libertadores. A alegria nas pernas será invocada mais uma vez pelo êxito do objetivo do Vasco antes das férias, de olho em um 2018 promissor. Neste 2017, o Cruz-Maltino colheu muitos frutos por meio de sua base. No próximo ano, dependendendo deles, os frutos irão aumentar.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade