0

Dirigentes e jogadores do Santos não escondem expectativa com Sampaoli

Experiente e principal expoente do elenco santista, Sánchez é um dos atletas que engrossam o coro dos elogios ao treinador argentino, que tem status de reforço de peso

12 jan 2019
08h02
  • separator
  • comentários

Apesar de ter encaminhado a negociação com o meia-atacante venezuelano Soteldo, o Santos ainda não tem reforços anunciados para a temporada 2019. O elenco de mais de 30 jogadores tem apenas caras conhecidas, nenhuma novidade nos treinamentos deste início de ano, mas internamente há quase uma unanimidade sobre a maior contratação já ter chegado. Trata-se de Jorge Sampaoli, que conta com a expectativa não só dos dirigentes do clube, mas dos jogadores santistas.

Sampaoli chegou como reforço de peso e parece já ter conquistado confiança no clube (Foto: Ivan Storti/Santos)
Sampaoli chegou como reforço de peso e parece já ter conquistado confiança no clube (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: Lance!

A assinatura do contrato com o técnico argentino repercutiu em todo o planeta, pois não é todo dia que um nome como o de Sampaoli desembarca no futebol brasileiro. Independentemente do desempenho, o treinador comandou a seleção argentina na última Copa do Mundo, que tinha à sua disposição o melhor jogador da atualidade. Um combo bastante importante para o currículo, mas suas credenciais vêm de antes, por conta seu estilo de jogo que levou o futebol do Chile a outro patamar.

Dizer que Sampaoli é uma aposta é injusto por tudo o que o treinador já se mostrou capaz. No entanto não é exagero afirmar que os dirigentes santistas, ao fazerem essa escolha para o cargo, criam a expectativa de que o argentino pode sim fazer a diferença, mesmo sem reforços de peso. Assim pensam os atletas, inclusive um dos mais experientes e de nível de Copa do Mundo: o meio-campista Carlos Sánchez.

- Cada técnico tem sua própria maneira de trabalhar. O Sampaoli busca sempre a intensidade dentro do jogo. É um treinador vencedor. O modo é bem diferente do habitual. Nós, jogadores, temos a missão de assimilar os métodos dele o mais rápido possível para fazermos um bom trabalho em 2019 - destacou o uruguaio ao site oficial do Santos.As frases sobre o modo diferente de trabalhar e a missão dos jogadores de assimilar o que é passado por Sampaoli, mostram o respeito e expectativa do elenco por um ano de mudança. Fica bastante claro que é depositada uma enorme confiança no trabalho do treinador argentino.

Mas não foi somente Sánchez que se manifestou dessa maneira. O jovem Arthur Gomes foi outro que declarou o empenho dos atletas em buscar atender aos pedidos de Sampaoli que, por sua vez, tem dado chance a todos mostrarem valor.

- Se chegarem reforços, serão muito bem-vindos. Os daqui têm qualidade também. E foi o que eu falei, buscamos entender o que ele quer e estamos dando nosso melhor. A cada treino temos que mostrar nosso potencial para ele ficar tranquilo. Ele movimentou todo mundo e ainda não tem time na cabeça. Isso é importante - comentou o atacante à imprensa.

O centroavante Felippe Cardoso, um dos favoritos a ficar com a vaga deixada por Gabigol no ataque, também fez questão de apostar suas fichas no treinador argentino. A confiança está nos treinamentos e foi explicitada em coletiva durante a última semana.

- Fico muito feliz de começar a minha carreira e trabalhar com grandes técnicos. Primeiro foi Eduardo Baptista, que me subiu, Cuca e Sampaoli. Deu para perceber que ele é um treinador que gosta muito da intensidade, posse de bola, e isso é bom. Estamos conseguindo nos adaptar a essa semana de trabalho ao seu estilo, e, no decorrer da temporada, tenho certeza que dará tudo certo - afirmou Cardoso.

Toda essa expectativa, de dirigentes e de jogadores, terá seu primeiro teste neste domingo, às 17h30, diante do Corinthians, na Arena. O amistoso servirá para que o torcedor tenha uma amostra dessa confiança em torno do novo comandante. Carlos Sánchez mostrou que está ansioso para entrar em campo e mostrar tudo o que foi treinado nos últimos dias.

- Temos que entrar 100% focados e deixar tudo no campo, não importa se é um duelo amistoso. É clássico e também uma grande prova para todos nós do elenco. Será o primeiro jogo com nosso novo sistema e esperamos colocar em prática tudo que treinamos até o momento - concluiu o uruguaio.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade