PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiro

Meu time

Cruzeiro e Felipe Conceição trabalham para 'blindar' Yeison Guzmán e dar tempo a ele para se adaptar ao clube

A Raposa quer evitar excesso de expectativas com o jovem meia colombiano, de 23 anos, recém contratado pelo time mineiro

19 abr 2021
19h20 atualizado às 19h20
0comentários
19h20 atualizado às 19h20
Publicidade

O Cruzeiro fez uma aposta em um jovem colombiano, de 23 anos, para reforçar o elenco e melhorar a parte criativa do time celeste. Ao contratar o colombiano Yeison Guzmán, vindo do Envigado, a Raposa busca qualificar o seu meio de campo. O Guzmán assinou contrato até 2025 com os mineiros.

A Raposa anunciou o meia de 23 anos na última semana. Ele assinou contrato até 2025-(Divulgação/Cruzeiro)
A Raposa anunciou o meia de 23 anos na última semana. Ele assinou contrato até 2025-(Divulgação/Cruzeiro)
Foto: Lance!

O técnico Felipe Conceição se antecipou às expectativas que o jogador pode gerar e pediu calma, para que Yeison possa se adaptar e render o esperado.

- A expectativa é que nos ajude, é um atleta jovem que vem de outro país, vai ter o período de adaptação, natural isso. A gente vai trabalhar bastante pra que ele se adapte mais rápido e assim como os demais nos ajude nessa nessa temporada-disse o técnico, afirmando em seguida que o colombiano terá tempo de se integrar ao grupo celeste e aos métodos de trabalho do treinador.

- O objetivo principal é chegar no final do ano e conseguir o acesso. Então, é mais uma peça que a gente traz com este objetivo final de fortalecer o clube para que a gente no final do ano esteja comemorando o acesso- disse Felipe, que também pediu cautela com os jovens atletas do elenco cinco estrelas.

- A gente tem no elenco um bom número de jovens e a gente tem que ter cuidado pra ir colocando, colocar na hora certa, no momento que o atleta estiver realmente preparado, porque a gente entende também a ansiedade de tudo, do time conseguiu o acesso esse ano, da gente revelar jogadores, coisa que o Cruzeiro sempre fez na sua história.

De acordo com Felipe Conceição, todos ganham chances com muito critério-disse, para sem seguida concluir.

- Não adianta você botar por botar, que o atleta acaba desempenhando um mal papel e depois não consegue mais voltar pra equipe. Atleta jovem a gente tem que ter paciência, consistência no trabalho do dia a dia pra ele ir crescendo e, hora certa, ser oportunizado-finalizou.

Lance!
Publicidade
Publicidade