1 evento ao vivo

Coronel Nunes justifica voto no Marrocos: 'Nunca teve Copa lá'

Presidente da CBF foi o único membro da Conmebol a não votar na candidatura tripla entre México, Canadá e Estados Unidos, que foi eleita a sede da Copa do Mundo de 2026

13 jun 2018
09h22
  • separator
  • comentários

Antes da realização do 68º Congresso da Fifa, que ocorreu nesta quarta-feira, em Moscou (RUS), os países membros da Conmebol declararam previamente apoio para a candidatura tripla entre México, Estados Unidos e Canadá, que acabou levando a melhor sobre o Marrocos e ganhou o direito de sediar a edição da Copa do Mundo de 2026. Dos dez votos, somente um "furou": o Brasil.

Presidente da CBF esteve presente no Congresso da Fifa (Foto: Federação Paraense de Futebol / Divulgação)
Presidente da CBF esteve presente no Congresso da Fifa (Foto: Federação Paraense de Futebol / Divulgação)
Foto: LANCE!

Após o evento, o presidente da CBF, Coronel Nunes, atendeu rapidamente a imprensa na zona mista. Sucinto, ele justificou o voto da CBF favorável à candidatura do país africano:

- Os Estados Unidos já sediaram uma vez, né? O México vai para a terceira Copa. Eles (o Marrocos) nunca foram sede de uma Copa. Então, por isso, fiz essa escolha - declarou o mandatário, que descartou que o fator financeiro (a candidatura tripla promete lucros de mais de 14 bilhões de dolares) foi decisivo para o triunfo sobre os africano:

- Não acho que tenha sido isso. Acho que pesa mais nesse momento a questão da simpatia. Se fosse analisar o fato de quem ainda não fez um Mundial, talvez o Marrocos levasse - afirmou.

Questionado sobre o fato da Espanha ter demitido o técnico Lopetegui a dois dias da estreia na Copa do Mundo, poderia favorecer ao Brasil, Coronel Nunes foi direto ao assunto:

- Para mim, o favorito é o Brasil - declarou.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade