3 eventos ao vivo

Coritiba pede WO, e clássico "Atletiba" pode não acontecer

Mandante do jogo, Rubro-negro foi obrigado a colocar venda de ingressos para torcida do Coxa. Clube divulga nota atribuída ao Ministério Público, que critica TJD

29 jan 2019
22h47
atualizado às 23h05
  • separator
  • comentários

Mais uma grande polêmica marca o clássico entre Athletico e Coritiba. Os clubes não se entenderam a cerca de torcida única ou as duas presentes e identificadas na Arena da Baixada, nesta quarta-feira. O caso foi para o TJD, que determinou que o Furacão deveria vender ingressos a torcida do Coxa. O clube rubro-negro não obedeceu a determinação judicial e o jogo está em xeque.

Atletiba pode não acontecer (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena)
Atletiba pode não acontecer (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena)
Foto: Lance!

Como o Athletico não passou a vender ingressos para a torcida alviverde, o Coritiba impetrou uma ação no TJD-PR reivindicando a interdição da Arena da Baixada e WO no clássico.

Já a Procuradoria Geral defende que o jogo aconteça com portões fechados na Arena da Baixada, nesta quarta, às 21h30.

O presidente Adelson Batista Souza, do TJD-PR, manifestou que o Athletico tinha até às 21 horas desta terça. Como não foi atendido, ele irá analisar os pedidos do Coritiba e da Procuradoria. A decisão sai nesta quarta até às 13 horas.

A grande polêmica é que o Athletico adota a 'torcida humana', projeto apresentado pelo Ministério Público do Paraná. Assim, na Arena da Baixada não há espaço para torcida visitante, que não pode ir identificada ao estádio. O Coritiba exigiu um espaço aos torcedores do clube e o direito de acompanharem o jogo uniformizados e a briga foi para a justiça esportiva.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade