1 evento ao vivo

Corinthians é apenas o 17º time no ranking de finalizações da Série A

Time comandado por Fábio Carille só finalizou mais que Avaí, Botafogo e CSA até aqui

16 set 2019
08h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Não faltaram finalizações apenas na derrota por 1 a 0 para o Fluminense neste domingo (15), no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Mas o revés diante do time carioca deixou o Timão em alerta em razão do baixo número de tentativas da equipe no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O atacante Vagner Love chuta a bola durante duelo entre Fluminense e Corinthians em Brasília (Foto: AFP)
O atacante Vagner Love chuta a bola durante duelo entre Fluminense e Corinthians em Brasília (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Em 19 confrontos, foram 206 finalizações, sendo 78 certas e 128 erradas, com aproveitamento de 37,9%. O Atlético-MG é o time que mais arrematou, com 285 chutes, 123 certos e 162 errados, com 43,2%, segundo dados do site Footstats. Assim, o Timão supera apenas Avaí, Botafogo e CSA.

O meia Pedrinho, titular nesta rodada do Brasileirão, acredita que faltou ao time arriscar mais vezes para reverter o resultado contra os cariocas.- Realmente, acho que fizemos um grande primeiro tempo até os 30 minutos. Começamos com um volume muito alto. Até no segundo tempo, continuamos também com um volume alto, pena que não finalizamos tanto. Pelo fato de a gente ter sofrido o gol, tivemos que correr atrás e criar. Acho que pecamos um pouco nas finalizações- disse o jogador.

O baixo número de tentativas a gol reflete na quantidade de bolas na rede: apenas 21 até o momento. O dono do melhor ataque, o Flamengo, marcou o dobro: 42 tentos.

O técnico Fábio Carille disse ter arriscado nas substituições que fez (tirou Gabriel e Junior Urso para colocar Vagner Love e Jadson, respectivamente), mas não foi o suficiente para estufar a rede do Fluminense.

- Depois de uma sequência [de 14 jogos de invencibilidade], perdemos. Voltamos [para o segundo tempo] com atitude, aguerrido, não dá pra pedir motivação, técnico de time grande tem que se preocupar com parte tática. Arrisquei, e mesmo assim não sofremos perigo. Trazer o Vital e o Jadson para armar e ter passe mais qualificado, mas não deu para empatar - lamentou o treinador corintiano.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade