2 eventos ao vivo
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Bahia melhor? Cuca explica tropeço do Palmeiras

Técnico disse por que escolheu as substituições, apontou o adversário com mais chances na etapa final. Time acumulou o segundo resultado ruim seguido como mandante

13 out 2017
00h11
atualizado às 09h56
  • separator
  • comentários

Cuca considerou que o Bahia poderia até ter vencido o Palmeiras no Pacaembu, mesmo depois de o Verdão abrir 2 a 0 e ter o jogo no primeiro tempo controlado. Para o técnico, que explicou as entradas de Borja e Felipe Melo, o time perdeu intensidade na etapa final, principal motivo para o segundo tropeço consecutivo em casa no Brasileiro.

"Acabou sendo justo pelo que o Bahia fez na segunda etapa. Temos de lamentar a perda de intensidade da equipe na segunda etapa em comparação ao primeiro tempo, quando tivemos dinâmica, troca de passes bonita, como no segundo gol, e no segundo tempo não repetimos. Alertamos no meio-tempo, mas acabamos que não pudemos repetir. Alguns jogadores precisaram sair, cansaram, o Bruno (Henrique) e o Willian. Não mantivemos a intensidade", pontuou o treinador.

Quando o time vencia por 2 a 1, Cuca atendeu a dois pedidos da torcida: colocou Borja no lugar do criticado Deyverson, mas que teve boa atuação, e Felipe Melo na vaga de Bruno Henrique. O técnico justificou a entrada dos dois.

"Sem o Tchê Tchê no meio, entra um jogador de característica parecida, o Bruno (Henrique). Quando ele cansou entrou outro volante, porque estávamos ganhando e não precisava expor o time. Colocar um meia seria um pouco perigoso, o Bahia tem um time rápido, e fechamos com o Felipe (Melo), mas infelizmente não foi suficiente. Borja entrou aos 12, 13 do segundo tempo, ele tem entrado pouco, hoje jogou 30 e poucos minutos no lugar do Deyverson, no momento em que esperávamos uma jogada de velocidade, toque rápido, como aconteceram algumas vezes, mas não foi o suficiente para ganhar", acrescentou.

Com o segundo tropeço seguido (o time havia perdido para o Santos no Allianz Parque), o Verdão chega a 44 pontos, ainda em quinto lugar, mas agora com o Botafogo, o sexto, mais próximo com 43. O Corinthians ficou a 14 pontos, e o Santos, vice-líder, segue a quatro.

Veja também

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade