0

Bicampeão mundial é suspenso até fim do ano por trair esposa

Casado com a ex-saltadora Yuka Mabuchi, o campeão mundial Daiya Seto recebeu suspensão de um ano da entidade japonesa

14 out 2020
18h07
atualizado às 18h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Atual campeão mundial dos 200m e 400m medley, o japonês Daiya Seto recebeu nesta quarta-feira suspensão até o final deste ano por ter traído sua esposa, a ex-atleta dos saltos ornamentais Yuka Mabuchi, com quem tem duas filhas. O nadador de 26 anos foi flagrado entrando em um motel com outra mulher, em setembro, e admitiu a relação extraconjugal.

Classificado para os Jogos de Tóquio, ele pediu demissão do posto de capitão da equipe após o escândalo se tornar público. O nadador, no entanto, poderá voltar às piscinas a tempo da Olimpíada. Ele é uma das grandes esperanças do país para atingir a meta de 30 medalhas de ouro no megaevento, e assim terminar entre os três primeiros colocados no quadro geral.

Daya Seto está suspenso de todas as competições da federação japonesa em 2020 (Foto: AFP)
Daya Seto está suspenso de todas as competições da federação japonesa em 2020 (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

O caso também trouxe implicações nos patrocínios do astro. A Japan Airlines, que tinha Seto como garoto propaganda, anunciou o fim do contrato. Ele também teve de deixar o cargo de embaixador do Comitê Olímpico Japonês.

"Acho que meu pedido de desculpas é continuar nadando, restaurando a confiança de minha família, que foi profundamente magoada por meu comportamento irresponsável. Eu gostaria de enfrentar seriamente a natação com a determinação de recomeçar para que minha família e todos me reconheçam como nadador novamente", disse Seto.

O atleta também conquistou o bronze nos 400m medley nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, há quatro anos.

 

Veja também:

Editor do L! analisa grave crise dentro e fora de campo do Botafogo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade