0

Bernard revela procura por psicólogo após ataque de ansiedade

Brasileiro deu entrevista ao canal do Everton e disse que quer incentivar mais pessoas a procurarem por ajuda

4 jul 2020
14h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Bernard, atacante do Everton, revelou que sofreu um ataque de ansiedade "assustador" no ano passado. Em entrevista à EvertonTV, o brasileiro disse que procurar ajuda com um psicólogo o tornou mais forte e confiante.

Bernard está atualmente no Everton (Foto: Divulgação/Everton)
Bernard está atualmente no Everton (Foto: Divulgação/Everton)
Foto: Lance!

- Estou fazendo terapia há um ano, vejo um psicólogo. Não é algo que eu estigmatizei anteriormente, mas nunca pensei que precisaria desse tipo de tratamento. Tive um ataque de ansiedade há um ano, o psicólogo realmente ajudou nisso, os outros profissionais envolvidos também me ajudaram muito. A pessoa que eu me abri sobre tudo foi minha psicóloga e, na maioria das vezes, me sinto envergonhada de falar sobre certas coisas.

O brasileiro revelou que procurou ajuda depois de se preocupar com alguns sintomas, incluindo visão embaçada.

- Havia sintomas diferentes, eu tinha visão turva. Me sinto um pouco desconfortável falando sobre isso, pois era uma situação difícil, mas estou feliz por ter superado isso.

Bernard contou como se sentiu no momento e revelou ser uma pessoa mais forte.

- Acho que são apenas as pessoas que passaram por um ataque que realmente entendem a intensidade, a maneira como ela se manifesta e o quão difícil é. Além disso, quão assustador é, pois é tão inesperado, sabe? Procurei ajuda porque realmente precisava dela. Sou mais forte em todas as áreas e me tornei uma pessoa melhor, mais positiva e mais confiante.

- Não é possível identificar exatamente o que aconteceu e por quê, mas hoje, depois de um ano de tratamento posso realmente ver o quanto amadureci, o quanto sou uma pessoa melhor. Hoje sinto-me agradecido e mais feliz por ter passado por isso. Sou até grato pelas dificuldades e problemas que enfrentamos na vida, pois eles nos tornam pessoas melhores. Agora vejo o quanto evoluí como pessoa, como ser humano, o quanto isso me ajudou no meu trabalho.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade