0

Azedou! Corinthians perde para o Del Valle e decisão fica para o Equador

Pela ida da semifinal da Conmebol Sul-Americana, Timão é derrotado por 2 a 0 e terá que se desdobrar no jogo de volta, na próxima quarta, para conseguir chegar à final do torneio

18 set 2019
23h42
atualizado em 19/9/2019 às 00h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Azedou a vida do Corinthians para chegar à final da Conmebol Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira, dentro de casa, o time comandado por Fábio Carille recebeu o Independiente Del Valle, do Equador, mas acabou sendo derrotado por 2 a 0. Os brasileiros pecaram pela efetividade, principalmente no segundo tempo. A melhor chance foi um chute na trave de Mateus Vital. Gabriel Torres foi o autor dos dois gols da equipe equatoriana. Para seguir na busca pelo título, o Corinthians terá que jogar a vida no Equador na semana que vem.

Com o resultado, o Corinthians, para ir direto à final, terá que vencer o Independiente Del Valle por dois gols de diferença, fazendo ao menos três gols. Caso vença por 2 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Uma vitória por três gols de diferença classificará a equipe direto. O jogo de volta desta semifinal está programado para a próxima quarta-feira, no Olímpico Atahualpa, no Equador. Antes, pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebe o Bahia no sábado, à noite.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

LÁ E CÁ
Mesmo jogando na casa do Corinthians, o Independiente Del Valle não poupou esforços para ir ao ataque e buscar o resultado. Os equatorianos aproveitavam os espaços deixados e levavam perigo ao goleiro Cássio. Aos dez minutos do primeiro tempo, Gil fez gol contra após jogada iniciada por Dájome, mas a arbitragem, corretamente, com o auxílio do vídeo, anulou o gol por impedimento no início do lance. Mateus Vital respondeu oito minutos mais tarde, acertando a trave de Jorge Pinos.

AH, CORINTHIANS...
O Independiente Del Valle se manteve massacrando o Corinthians e abriu o marcador aos 45 minutos do primeiro tempo. Em puxada de contra-ataque de Segovia, Mera recebeu, mandou para a área e, após um bate-rebate, Gabriel Torres, livre, mandou para as redes, 1 a 0. O assistente marcou impedimento de forma errada, o que foi corrigido pelo vídeo, validando o gol. Na volta para a etapa final, as entradas de Gustagol e Matheus Jesus eram para um novo gás corintiano, mas...

AZEDOU
As substituições não surtiram o efeito então esperado pelo técnico Fábio Carille. Apesar de um pouco mais ofensivo, o Corinthians não conseguia levar a efetividade esperada pelos mais de 37 mil torcedores que foram ao estádio, que protestavam de toda a maneira. Aos 23 minutos do segundo tempo, novamente Gabriel Torres fez, ampliando para o Del Valle, 2 a 0: erro de Pedrinho no meio, com Cabeza aproveitando a jogada para Torres chegar por trás e estufar as redes. Os comandados de Fábio Carille até tentaram na vontade diminuir o prejuízo, mas o duelo de ida realmente azedou. Agora, precisará jogar com perfeição na próxima semana para chegar à final.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 x 2 INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)


Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/hora: 18/9/2019, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leodán Gonzáles (URU) - Nota LANCE!: 6,0 (acertou nos lances de vídeo, mas a demora foi muita para lances fáceis...)
Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Miguel Nievas (URU)
Árbitro de vídeo: Daniel Fedorczuk (URU)
Gramado: Bom
Público/renda: 37.112 pagantes/R$ 2.264.371,00
Cartões amarelos: Gabriel, Fagner (COR) e Cristian Dájome (IDV)
Cartão vermelho: -

GOLS: Gabriel Torres 45'/1ºT (0-1) e Gabriel Torres 23'/2ºT (0-2)

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Matheus Jesus intervalo), Pedrinho (Janderson 36'/2ºT), Junior Urso, Mateus Vital e Clayson (Gustagol intervalo); Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Jorge Pinos, Landázuri, Ricardo Schunke, Segovia e Preciado; Alan Franco e Cristian Pellerano; Cristian Dájome (Cabeza 23'/2ºT), Efrén Mera (León 39'/2ºT) e Jhon Sánchez (Corozo 31'/2ºT); Gabriel Torres. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Veja também:

Coluna de Vídeo: O Terrorismo Esportivo precisa ser combatido
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade