2 eventos ao vivo

Assembleia Geral é comunicada para votar, separadamente, reforma do estatuto e eleições diretas no Vasco

Presidente do Conselho Deliberativo enviou a ata da última reunião do Conselho Deliberativo aos poderes do clube nesta sexta. Mandatário da Assembleia prosseguiu o rito

31 jul 2020
16h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Esta sexta-feira é um dia simbólico para a política do Vasco. O presidente da Assembleia Geral do clube, Faues Mussa, comunicou que a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) marcada para o dia 25 de agosto será dividida em dois pontos separados: a votação para a aprovação ou não da reforma do estatuto e a votação para aprovação ou não da eleição direta para a diretoria do clube.

Faues Mussa é o presidente da Assembleia Geral do Vasco, e fez a importante convocação (Foto: David Nascimento)
Faues Mussa é o presidente da Assembleia Geral do Vasco, e fez a importante convocação (Foto: David Nascimento)
Foto: Lance!

Essa divisão ou não vinha causando dúvidas e polêmicas nos bastidores do clube nos últimos meses, e novas discussões deverão ser vistas em breve. A convocação oficial para a AGE será feita a dez dias da reunião.

Outro ponto de constante divergência nos bastidores do Vasco é sobre a lista de sócios. O detalhamento financeiro apresentado pelo presidente do clube, Alexandre Campello, foi aprovado, mesmo que com ressalvas, pela maioria da Junta Deliberativa do clube, em reunião na última quarta-feira. Daí resultaram um total de 8.807 associados aptos a voto.

Já há, na justiça, ações contra a exclusão de sócios anistiados em 2018 e pedindo a nulidade de ações da Junta. De todo modo, a eleição presidencial do Vasco está prevista para dezembro.

Veja também:

Saiba como está a preparação do Botafogo para a estreia do Brasileirão
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade