PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Após vitória, Mancini vê Corinthians 'melhorando em campo' e atribuiu más atuações a questões externas

Treinador também voltou a frisar que últimos quatro jogos serviram de testes para a estreia corintiana na Sul-Americana, nesta quinta-feira (22)

19 abr 2021
02h10 atualizado às 02h30
0comentários
02h10 atualizado às 02h30
Publicidade

Depois de uma série de jogos criticando a atuação da sua equipe, inclusive em algumas vitórias, o técnico do Corinthians, Vagner Mancini, gostou do que viu na vitória corintiana por 2 a 0 sobre o Ituano, neste domingo (18), pela sexta rodada do Campeonato Paulista, na Neo Química Arena.

Após críticas, Mancini foi só elogios ao time do Corithians neste domingo (18) (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Após críticas, Mancini foi só elogios ao time do Corithians neste domingo (18) (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)
Foto: Lance!

- Então, o que se vê hoje é um Corinthians melhorando em campo. Em momento algum eu deixei de admitir que o Corinthians jogou mal algumas partidas, mas hoje, felizmente, vimos um time bem organizado, empenhado em campo, que fez um bom jogo e mereceu a vitória - disse o treinador em entrevista coletiva virtual após o triunfo.

Nos últimos quatro jogos, dentro de um intervalo de uma semana, o comandante corintiano teve que mesclar as equipes titulares, apenas o goleiro Cássio começou jogando em todas as partidas. Isso fez com que esses compromissos pelo Estadual fosse uma espécie de laboratório para a estreia do Timão na Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (22), contra o River Plate (PAR), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pelo grupo E da competição continental.

- Então, partimos daqui para frente, com tudo o que foi visto nos quatro jogos, com as quatro equipes, e escolhemos uma equipe para iniciar a partida de quinta-feira, exatamente no início da Sul-Americana para todos nós - ressaltou Mancini.

Entre fevereiro e março o Corinthians passou por uma série de problemas. Primeiramente um surto de Covid-19 que afetou boa parte do elenco, além de membros da comissão técnica, diretoria e outros colaboradores do clube, depois disso jogos fora de São Paulo, por conta das restrições impostas pelo Governo do Estado para a contenção do novo coronavírus, e por última uma sequência de jogos em um intervalo de 48 horas. Vagner Mancini admite que a queda esportiva recente, que fez com que até a principal torcida uniformizada corintiana, a Gaviões da Fiel, pedisse a demissão do treinador, tem a ver com essa sequência de infortúnios.

- Diante de todo quadro, e pelas consequências que nos tivemos, fruto de um mês que foi extremamente difícil para todos nós, e em nenhum momento a gente deixou de considerar o mês de março, que foi difícil, por conta dos casos de Covid, e também tivemos deslocamentos, tendo que fazer jogos, inclusive um clássico, com uma equipe, naquela oportunidade, aí sim, alternativa, porque não tínhamos alguns atletas, perdemos jogadores nas vésperas das partidas. Então, naquele momento a gente teve dificuldades com os deslocamentos, fizemos cinco ou seis jogos fora de casa, e tudo isso gerou uma consequência, e essa consequência foi a falta de qualidade em algumas partidas, porque acabamos desnivelando o grupo na parte técnica, tática e física -

O Timão é o segundo colocado geral do Campeonato Paulista, atrás apenas do São Paulo, e lidera com folga o grupo A da competição, com cinco vitórias, três empates e uma derrota, em nove jogos, 18 pontos, 12 a mais que o vice-líder da chave, o Santos André, que tem seis, mas quatro jogos a menos.

Lance!
Publicidade
Publicidade