0

Após título em Cincinnati, Medvedev sobe no ranking e fica perto do Finals

Depois de conquistar seu primeiro Masters 1000, tenista russo subiu para quinta colocação na Corrida para Londres e tem boas chances de estar no torneio que reúne a elite na O2

21 ago 2019
19h11
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória sobre o belga David Goffin por 2 sets a 0 na final do torneio de Cincinnati (EUA) não significou somente o primeiro título da série Masters 1000 para Daniil Medvedev. Após três finais seguidas num espaço de três semanas - antes do título, ele foi vice em Washington e Montreal -, o jovem russo de 23 anos subiu para a quinta colocação tanto no ranking da ATP como na Corrida para o Finals, torneio que reúne em Londres, em novembro, os oito melhores jogadores de simples e as oito melhores duplas da temporada.

Russo Daniil Medvedev levantou seu primeiro troféu de Masters 1000 em Cincinnati (Reprodução/Tennis TV)
Russo Daniil Medvedev levantou seu primeiro troféu de Masters 1000 em Cincinnati (Reprodução/Tennis TV)
Foto: Lance!

A performance de Medvedev em Cincinnati foi brilhante. Ele perdeu apenas um set em todo o torneio e no caminho para o título derrubou Kyle Edmund, Benoit Paire, Jan-Lennard Struff e Andrey Rublev, que havia despachado Roger Federer. Na semifinal, Daniil eliminou o número 1, Novak Djokovic, e finalmente derrotou David Goffin na decisão.

Para se ter uma ideia da boa fase de Daniil, após o Masters 1000 de Cincinnati ele passou a liderar o ATP Tour em número de vitórias na temporada, com 44, sendo 31 em quadras de piso duro. O segundo colocado no geral é o espanhol Rafael Nadal, com 41, e líder da Corrida para o ATP Finals em Londres.

Além disso, ele se tornou apenas o quinto tenista da Rússia a levantar um troféu de nível Masters 1000. Os outros foram Marat Safin (5), Nikolay Davydenko (3), Andrei Chesnokov (2) e Karen Khachanov, que recentemente ganhou o torneio indoor de Paris.

Com tantos bons resultados, Medvedev também pulou para a quinta colocação no ranking geral da ATP. Curiosamente, é a primeira vez que um tenista russo atinge o top 5 desde Davydenko, em 2010.

CORRIDA PARA O ATP FINALS

1º - Rafael Nadal (Espanha) - 7225 pontos
2º - Novak Djokovic (Sérvia) - 7085
3º - Roger Federer (Suíça) - 5150
4º - Dominic Thiem (Áustria) - 3835
5° - Daniil Medvedev (Rússia) - 3605
6° - Stefano Tsitsipas (Grécia) - 3150
7º - Roberto Batista Agut (Espanha) - 2340
8º - Kei Nishikori (Japão) - 2090

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade