1 evento ao vivo

Após fala de diretor, Mancini dá sua versão sobre a situação de Cafú no Corinthians: 'Já teve oportunidade'

Treinador comentou a entrevista de Roberto de Andrade, que não soube explicar a situação do atacante no Timão. Segundo o comandante, decisão de contratar sempre é em grupo

26 fev 2021
13h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nos últimos dias, a situação de Jonathan Cafú no Corinthians foi um dos assuntos mais comentados por torcedores do clube na redes sociais. O tema, que é recorrente, acabou "bombando" após entrevistas de Roberto de Andrade, diretor de futebol do Timão, ao GE e para a ESPN, em que afirmou não saber explicar o que se passa com o atacante, que fica fora até do banco. Já na última quinta-feira, foi a vez de Vagner Mancini explicar sua versão sobre o fato.

Jonathan Cafú não tem sido nem relacionado para os jogos do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Jonathan Cafú não tem sido nem relacionado para os jogos do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

- Eu li a entrevista do Roberto e ele foi extremamente sincero, porque ele não estava no clube, então ele não pode falar de uma coisa que não acompanhou - disse o técnico, concordando com a posição do dirigente.

Contratado no início de novembro pelo Alvinegro, já sob o comando de Mancini, Cafú fez apenas três jogos pelo clube e tem ficado fora até da lista de relacionados para os jogos do Corinthians. Com vínculo assinado até o fim de 2023, passou a ser questionada a utilidade do atleta no elenco atual e a sua continuidade para a temporada 2021, algo que segue sem ser respondido.

Em entrevista para a ESPN, Roberto de Andrade deixou as decisões e as explicações nas mãos de Vagner Mancini, que respondeu sobre o tema na última quinta-feira, em entrevista coletiva virtual após o empate em 0 a 0 com o Internacional. Segundo o comandante corintiano, todas as decisões sobre entradas e saídas de jogadores são tomadas em conjunto no clube.

- Todos aqueles atletas que entram ou saem do Corinthians, a gente decide junto, não é o treinador, não é o presidente, não é o executivo, não é o diretor. Nós temos uma equipe que trabalha, que analisa, assim como quando os nomes chegam para a gente, eles são analisados, nós temos uma equipe do Cifut que analisa, que pondera, que manda as informações, depois disso a gente abre negociações ou não. Eu sou extremamente participativo com isso, como todas as pessoas que dirigem o clube. A gente não pode de maneira alguma indicar um jogador que só um gosta ou não - argumentou o técnico.

Especificamente sobre a situação de Jonathan Cafú, Mancini se limitou a dizer que ele já teve chances como outros atletas tiveram durante esse período que comanda o clube. No entanto, deixou claro que as decisões sobre escalações e convocações são tomadas e comunicadas pessoalmente aos jogadores.

- O Cafú teve as oportunidades dele, assim como tenho outros atletas, outras opções, e diante disso a gente sempre toma a decisão que acha mais justa, mais coerente, sempre tentando ser o mais claro e transparente possível em todas as situações, não só aqui nas entrevistas, como também com os atletas.

Nos próximos dias, tanto Cafú quanto outros companheiros em situação parecida, devem ter seus futuros definidos pelo clube e pela comissão técnica. Fato é que não devem continuar no Corinthians para a temporada 2021.

Veja também:

20 jogadores que passaram pelo seu time e cobraram dívidas financeiras
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade