0

Ainda não classificado, México pode bater recorde e ratificar sua força

Prestes a encarar a Suécia e confirmar a boa fase com a vaga nas oitavas, seleção mexicana quer chegar a três vitórias (100% de aproveitamento) na fase de grupos pela primeira vez

26 jun 2018
19h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Até aqui, o México tem encantado na Copa do Mundo e atuado de forma quase impecável em seus compromissos. Já venceu a Alemanha e a Coreia do Sul, por 1 a 0 e 2 a 1, respectivamente, e está com 100% de aproveitamento no Grupo F. Contudo, ainda não está garantido nas oitavas de final.

Além disso, bater a Suécia nesta quarta-feira, pela terceira rodada, tem uma motivação a mais para a La Tri: fazer história no Mundial, uma vez que nunca terminou uma fase de grupos com nove pontos. Com sete, ou seja, dois triunfos e um empate (pontuação que, cabe destacar, o classificaria nesta Copa), já avançou em quatro ocasiões anteriormente.

Em Mundiais, as duas seleções só se enfrentaram uma vez. Porém, o México não tem bons motivos para trazer o histórico à tona neste caso: em 1958, a Suécia, anfitriã, superou os mexicanos por 3 a 0 a primeira fase.

Pelo equilíbrio que se projeta para o próximo confronto, é difícil imaginar um placar alargado, mas Chicharito Hernández, maior referência dos latinos, mostrou que a força interna pode ser a receita para mais louros.

100% México chega embalado para enfrentar a Suécia (Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP)
100% México chega embalado para enfrentar a Suécia (Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP)
Foto: Lance!

Imagem de Suécia x México de 1958 (Foto: Divulgação / Fifa)

- Você pode se preparar por anos, pensar em todas as contingências, e ainda assim, algo inesperado acontece e você acaba perdendo o jogo ... ou ganhando! É sobre isso que o futebol é, e estamos tentando ao máximo ser o melhor que podemos ser - salientou Chicharito.

FALA, OSORIO!

Com o propósito de antever o duelo contra a Suécia conforme manda o protocolo da Fifa, Juan Carlos Osorio concedeu entrevista coletiva e avisou que o México se manterá fiel ao estilo de jogo que vem resultando em triunfos, sem se acomodar com a vantagem na ponta do grupo.

- Acho que isso não mudará. Iremos lá para tentar conseguir os três pontos. Não terá impacto no nosso estilo de jogo e em nossa estratégia.

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques e decepções do primeiro turno do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade