PUBLICIDADE

Jon Jones é expulso de academia após prisão em Las Vegas: 'Nunca bati na minha noiva'

Equipe comandada pelo treinador da Jackson MMA Wink afastou o ex-campeão dos pesos meio-pesados até o lutador resolver os problemas fora do octógono

14 out 2021 11h23
ver comentários
Publicidade

Jon Jones foi afastado da equipe Jackson Wink MMA até que o lutador resolva os problemas fora do octógono. No último mês, o ex-campeão do UFC foi preso em Las Vegas acusado de violência doméstica e adulteração/lesão de veículos. Segundo o registro de ocorrência que o 'TMZ' teve acesso, a noiva do lutador norte-americano, Jessie Moses, foi encontrada com com lábios inchados e com sangue nas vestimentas e na boca.

Jon Jones é acusado de agredir a noivaJessie Moses (FOTO: Divulgação/UFC)
Jon Jones é acusado de agredir a noivaJessie Moses (FOTO: Divulgação/UFC)
Foto: Lance!

Mike Winkeljohn, um dos líderes da Jackson Wink MMA, a equipe do ex-campeão do UFC, comentou sobre o afastamento de Jon Jones ao "The MMA Hour"

- Acabei de ter uma conversa com ele. Eu disse: "Jon, o negócio é o seguinte: você é como meu irmão mais novo. Você tem que parar de beber e tem que consertar essas coisas por um tempo até você voltar para a academia". Então, por enquanto, ele está fora da academia. Ele não tem permissão para entrar na academia. Eu senti que tinha que fazer isso, porque ignorar e esperar resultados diferentes, como dizem, é uma loucura. Ele tem um monte de pessoas ao redor dele que não lhe falam a verdade. Ele pode me odiar por isso, mas eu vou dizer a verdade - revelou na última quarta-feira.

- Estou muito desapontado. É duro. A parte mais difícil foi quando você escuta que as filhas dele dizem que você tem que ligar para a polícia. Eu tenho três filhas, tenho uma esposa. Eu ensino defesa pessoal feminina. Isso só torna tudo mais difícil quando ele continua se metendo em problemas - lamentou.

Winkeljohn trabalha com o ex-campeão do UFC desde 2009. Ele ainda acredita na recuperação de Jones.

- No meu coração, esse cara é capaz de coisas grandes. E não estou falando apenas de luta. No meu coração, espero que ele volte, conquiste o título dos pesos-pesados, pare de beber, vá em frente e para coisas maiores. Ele é tão carismático e inteligente. Ele pode chegar e fazer grandes lutas, pode fazer muitas coisas na vida. Ele é capaz de fazer coisas ainda maiores do que só neste mundo do MMA. Então, vamos ver agora e o que acontece no futuro. Eu torço pelo melhor.

Em Las Vegas, Jon Jones foi homenageado na cerimônia do Hall da Fama do UFC pela luta contra Alexander Gustafsson no UFC 165, em 21 de setembro de 2013. A agressão contra a noiva teria ocorrido após o evento. Jones pagou fiança e aguarda o julgamento que ocorre em 26 de outubro. Mesmo que Jessie não queira seguir adiante com a queixa, caso amostras biológicas de Jones forem encontradas, o lutador será formalmente acusado.

Lance!
Publicidade
Publicidade