3 eventos ao vivo
Logo do Olimpíada 2016
Foto: terra

Olimpíada 2016

Os anunciantes aqui reunidos não possuem relação com os Jogos Rio 2016 e patrocinam apenas este caderno especial.

Olimpíada 2016

RJ: barco capota por causa de saco plástico em evento-teste

Getty Images

Barco da dupla brasileira Isabel Swan e Samuel Albrecht capotou depois que um saco plástico grudou no leme da embarcação e o desarmou.

22 ago 2015
19h41
atualizado em 23/8/2015 às 16h04
  • separator
  • 0
  • comentários

O evento-teste de vela para a Olimpíada de 2016 terminou neste sábado com o registro de um incidente provocado pelo lixo das águas do Rio. O barco da dupla brasileira Isabel Swan e Samuel Albrecht capotou depois que um saco plástico grudou no leme da embarcação e o desarmou. Isso ocorreu na quinta-feira e foi relatado hoje pelo ex-velejador Lars Grael, que preside a Comissão Nacional de Atletas.

 “No geral, o evento aprovou. Mas com algumas ressalvas. A Marina da Glória ainda não está pronta (há mau-cheiro provocado por esgoto de onde saem os barcos) e temos de redobrar a atenção também com o lixo flutuante. Eles tiveram uma capotagem e atribuíram isso ao plástico, Acontece, mas é um tipo de situação que não pode se repetir durante a Olimpíada, disse Lars, ex-medalhista olímpico.

Isabel e Samuel estavam numa regata da classe mista Nacra 17, estreante nos Jogos 2016. Depois do susto, eles desviraram o barco e prosseguiram na prova. Durante entrevista coletiva neste sábado, o diretor da Federação Internacional de Vela, Alastair Fox, minimizou o fato e se disse satisfeito com o resultado geral do evento.

“Não há como garantir água 100% limpa em nenhum lugar do mundo”, declarou.

De acordo com o diretor de Gestão de Instalação do Rio 2016, Gustavo Nascimento, o incidente com a dupla brasileira foi um fato isolado, principalmente por ter ocorrido em mar aberto – eles competia em raias fora da Baía de Guanabara.

“O monitoramento vai continuar e cada vez mais intensificado. Neste ano temos nove ecobarcos nos locais de competições de vela nos Jogos. Ano que vem, vão ser 17. Vamos ter até a Olimpíada mais recursos, mais material e monitoramento mais ostensivo.”

O Brasil conquistou apenas uma medalha das 30 em disputa na Regata Internacional, realizada do dia 15 a este sábado. Martine Grael e Kahena Kunze ganharam o ouro na classe 49erFXo. Nas outras nove categorias, não houve pódio para brasileiros.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade