PUBLICIDADE
Logo do

Guarani

Meu time

Guarani tem atuação de gala em Campinas, goleia Brusque e sobe para 8º na Série B

Vitória por 4 a 1 deixa equipe bugrina a três pontos do Goiás, primeira equipe dentro do G-4

4 jul 2021 13h36
| atualizado às 13h36
ver comentários
Publicidade

O Guarani voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro em grande estilo. Com atuação de gala neste domingo pela manhã, goleou o Brusque por 4 a 1, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Destaque para o meia Régis, ex- Palmeiras e Corinthians. O placar elástico levou o time para a oitava posição, com 13 pontos, a três do Goiás, o primeiro dentro do G-4. O Brusque, por outro lado, caiu para sétimo, com 13.

O Guarani fez um primeiro tempo praticamente perfeito na manhã deste domingo. O time campineiro dominou o adversário e foi logo abrindo 3 a 0. A contagem foi inaugurada aos quatro minutos. Toty derrubou Régis dentro da área, e o árbitro assinalou pênalti. O meia foi para a cobrança e fez 1 a 0.

O segundo saiu aos 18. Bruno Sávio achou Diogo Mateus dentro da área. O lateral deu um tiro certeiro para ampliar. O terceiro foi aos 26. Régis, em manhã inspirada, arriscou de longe e contou com um desvio em Everton Alemão para superar o goleiro Jefferson Paulino. O ex-atleta de Palmeiras e Corinthians parece estar reencontrando o bom futebol.

Apesar da grande desvantagem, o Brusque seguiu tentando. Edu foi quem criou as principais oportunidades, incluindo uma de bicicleta, em lance que foi marcado impedimento. O atacante, no entanto, diminuiu aos 36. O atacante, no melhor estilo chuta-chuta, arriscou e viu a bola bater na defesa bugrina antes de estufar as redes.

No segundo tempo, todos esperavam um Brusque pressionando e empolgado após diminuir o marcador, mas foi o Guarani que voltou ligado. Logo no minuto inicial, Diogo Mateus, outro destaque da partida, deu passe preciso para Bruno Sávio, que fuzilou Jefferson Paulino: 4 a 1.

O Guarani não tirou o pé do acelerador e seguiu em cima. Régis quase fez o terceiro, enquanto Matheus Davó acertou a trave. O Brusque, do outro lado, teve um gol muito polêmico anulado pela arbitragem. Thiago Alagoano marcou olímpico, mas o árbitro assinalou impedimento e anulou o lance.

No fim, o Brusque foi todo para cima tentando diminuir o marcador, já o Guarani se acomodou e foi administrando a vantagem. Ainda deu tempo de Gabriel Mesquita fazer uma grande defesa no chute de Jhon Cley.

Na próxima rodada o Guarani visita o Londrina, na sexta-feira, às 19 horas, no estádio do Café. No domingo, às 20h30, o Brusque recebe o CSA, no Augusto Bauer.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 4 X 1 BRUSQUE

GUARANI - Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Ronaldo Alves (Titi), Carlão (Índio) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Andrigo); Bruno Sávio, Julio César (Allanzinho) e Davó (Lucão do Break). Técnico: Daniel Paulista.

BRUSQUE - Jefferson Paulino; Toty (João Carlos), Everton Alemão (Claudinho), Ianson e Airton; Fillipe Soutto (Rodolfo Potiguar), Zé Mateus e Diego Mathias (Jhon Cley); Gabriel Taliari (Bruno Lopes), Edu e Thiago Alagoano. Técnico: Jerson Testoni.

GOLS - Régis, aos 4 e aos 26, Diogo Mateus, aos 18 e Edu, aos 36 minutos do primeiro tempo; Bruno Sávio, a 1 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - Índio (Guarani) e Tony (Brusque).

ÁRBITRO - Rodrigo da Fonseca Silva (MT).

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Estadão
Publicidade
Publicidade