PUBLICIDADE

Camacho e Sánchez fazem Santos se distanciar de Ganso

13 jun 2021 07h17
| atualizado às 09h24
ver comentários
Publicidade

A negociação do Santos por Paulo Henrique Ganso, do Fluminense, esfriou. E dois dos motivos são Camacho e Carlos Sánchez.

Ganso nos tempos de Santos
Ganso nos tempos de Santos
Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

O Santos está muito perto de contratar Camacho, meio-campista do Corinthians, por empréstimo até dezembro de 2022. E o técnico Fernando Diniz vê o jogador com a capacidade de atuar como segundo volante, função idealizada para Ganso.

Outro fator é a renovação de Sánchez. O Santos chegou a estar pessimista pela permanência do uruguaio, mas viabilizou um acordo por mais duas temporadas no início da última semana. E ele é outro atleta para a segunda posição do meio-campo. O atual titular dessa vaga é Jean Mota.

Além da concorrência, o Santos viu resistência interna e externa por Ganso. E os valores envolvidos para a liberação são altos. Dessa forma, o meia ainda não está completamente descartado, porém, bem distante do retorno ao clube que o revelou.

O Santos já contratou o zagueiro Danilo Boza, o lateral-esquerdo Moraes, o meio-campista Vinicius Zanocelo, o meia-atacante Marcos Guilherme e está perto de anunciar Camacho. O time alvinegro ainda quer um camisa 10 e estuda as chegadas de mais um zagueiro, um lateral-direito e um ponta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade